Saturday, January 31

a bola de ferro no pé


as pessoas me assustam, sabe...
mas me assustam muito.

ontem eu encostei aqui no ICQ, feliz e contente, na esperança de conseguir falar com os meus amigos de são paulo.

consegui. mas não sei se isso foi bom não.

primeiro falei com uma amiga minha de muito tempo. muito tempo mesmo.
essa minha amiga namora há um tempão. uns 6 anos pelo menos. eu adoro o namorado dela.
ele é muito legal e teoricamente é o cara perfeito pra ela: inteligente, divertido e centrado.
é um casal com os mesmos interesses: arte (ele é designer desses que mexem com coisas bem conceituais e ela adora arte eletrônica), literatura (ela faz letras, escreveu um livro muito bom e a vida dele é ler e estudar alguns autores). muito fofos.
quando eu perguntei como eles estavam tive uma resposta xoxa. contou alguns perrengues que eles passaram, especialmente com relação a um problema que ela teve quando perdeu uma bolsa pra estudar na espanha.
a relação ficou meio nhé. okay,acontece nas melhores famílias.
quando achei que ela ia falar que talvez terminassem, porque ela disse que não confiava mais tanto nele, já que ele foi meio sem graça nessa situação, a garota me diz que eles estão pensando em ir morar juntos.
eu tenho umamigo que diz que tem gente que quando chega num determinado ponto crítico da relação, ao invés de terminar, casa. sempre achei isso uma loucura, mas parece que ele tem razão.

agora me explica: se você não tá feliz namorando, como é que resolve casar?
ninguém nunca te contou que casamento é uma coisa muito difícil???

como asssim??????

as pessoas perdem a noção, né???

o pior é que depois de mencionar essa possibilidade ela ainda emendou dizendo que tinha encontrado um conhecido que nós temos em comum e que, antes dela começar namorar, tiveram um rolinho desses bem adolescentes. disse que tinha encontrado o fulano, combinado de ir ver um trabalho que ele tava produzindo e tava com medo de acabar ficando com ele de novo.

mais uma vez: como é que alguém que fica com medo de sucumbir ao ex-peguete tá pensando em casar???

eu tentei argumentar, dizendo que era a fase que ela tava passando e que ela tava enganada pela lembrança do que ela tinha com ele, já que na época tudo era diferente, a vida era mais fácil e tal.
só que eu não acredito em nada disso. eu disse porque era o meu papel.
o que eu acho realmente é que ela tá encantada com a simplicidade que é estar com esse cara, porque ele é uma pessoa muito leve e interessante. já o atual, complicou toda a relação meio que sem motivo.

agora me responde: como é que você cogita casar com alguém que em nenhum momento te dá aquela sensação vácuo.

>>> resumo da teoria do vácuo: o vácuo é um lugar que você fica quando encontra aquela pessoa que te dá vontade de passar o resto da sua vida com ela. quando vocês estão juntos parece que o mundo não existe, só vocês dois. mesmo que tenha um monte de coisas acontecendo, naquele momento, vocês seperdem num vácuo.

não to falando de paixão, não. porque dizem que paixão passa e tal...
tô falando de uma ligação boa. que te tira dos teus problemas por alguns isntantes.
e nesse caso, além de não dar esse break da vida cotidiana ainda agrega outros problemas à ela.

ai... é muito comodismo.
parece que as pessoas não querem se dar a chance de serem felizes!

depois de conversar com essaminha amiga, acabei encontrando outra.
eu tava morrendo de saudades dela.

em meio aqueles "o que você tem feito, quem você tem visto, o que tem acontecido", ela acabou comentando que vai fazer aniversário de "namoro"(se é que eu posso chamar assim).
pois é... 5 anos. legal, né?? seria... se o cara não fosse casado.
casado com filho e etc.

eu me lmebro de quando isso tava no começo. quanto eu não falei pra ela desistir.
quantas vezes ela não prometeu que não sairia mais com ele.
quanta gente legal passou pela vida dela e ela perdeu a chance de ter algo legal de verdade.

nem sei. perdi a conta nos primeiros 2 anos.


eu acho que as pessoas gostam de viver com uma bola de ferro amarrada no pé.








colado por Miss Celânea - 4:25 PM




Consenso Geral Flocgeliano

Relação "apenas sexo", meninas, só com a dama do lotação. E bem... aquilo não era exatamente uma relação, né?

Deve existir umas 10 pessoas no mundo inteiro com tamanha capacidade de abstração e desligamento, e elas, por força do destino - que é mau - jamais se encontrarão.



colado por B. - 12:20 AM




Por que, meu deus, só os homens realmente feios são legais comigo?



colado por B. - 12:07 AM



Friday, January 30

Tá, é um post de desabafo.

Eu sonhei com as floquetes na noite de segunda-feira. Tipo, foi um sonho meio doido porque apareceu floquete que eu nunca conheci pessoalmente, só por foto, então foi engraçado "ouvir a voz" e "ver movimentos"!

Foi assim, eu tipo que estava na casa da minha avó e daí chegaram Joaka, Maju, Fli e mais duas ou três meninas que também era floquetes mas que eu nunca vi e que não tinham nome. E a gente ficou de blá e a Joaka só deitadona no sofá da minha vó. Depois a Joaka virou Lija e chegou a Rach; a Rach era engraçada porque o visual dela mudava o tempo todo, o cabelo de repente ficava curto, aí crescia, e ficava loira, e depois ruiva, tudo em questão de segundos, uma coisa meio loca!! E eu fiquei um tempão conversando com ela (porque no sonho era a primeira vez que a gente se via e eu dizia "nossa, eu imaginava você totalmente diferente!" Hahaha!!). Aí depois o meu pai apareceu com uma caixa muuuuuito grande com muuuitos bombons, a Lija se levantou na mesma hora do sofá e a gente comeu muuuuuuuuuuuuuuito chocolate, aí o sonho acabou!!

Alguma floquete interpreta sonhos??

É engraçado como tô sentindo saudades da minha vida nerd, do meu icq... até do mirc... outro dia ouvi no elevador um papo de que essa história de que a gente não tem tempo não existe, o que acontece é que nós temos outras prioridades. Se é assim, então minhas prioridades no momento são meu trabalho, meu final de período na facul, tomar banho, comer e dormir. Porque é só o que eu consigo fazer. E é o que me sinto obrigada a fazer, e aí o dia acaba.

Mas eu quero tanto ir à praia...

Eu quero tanto voltar pra hidroginástica...

Eu quero tanto assistir um show do Cidade Negra...

Eu quero tanto teminar de ler Alice no país das maravilhas...

Às vezes eu me pergunto o que que eu tô fazendo aqui no flocgel ainda. Fico só observando essa amizade gostosa de vocês, esses encontros divertidos, recheados de fotos... e eu, só de fora, às vezes sem nem mesmo conseguir acompanhar a movimentação do blog.

Mas essa semana eu entendi. Eu não saio do flocgel simplesmente porque eu sou uma floquete, sim, mas que anda precisando de reforma! E eu quero fazer de tudo pra que a casa fique pronta logo.



colado por beta - 11:58 PM




Eu acho engraçado como as pessoas, de uma forma geral, ainda acham que meninas estão sempre em busca de um relacionamento. Que meninas querem SEMPRE namorar ou casar ou ter uma relação sólida.

Vocês também têm essa sensação? Eu tenho o tempo todo.

E às vezes nao é assim. Às vezes girls just wanna have fun. Compreendam.



colado por Ligia Helena - 4:28 PM




eu não devia, mas fiz.


sabe... eu não ter feito uma coisa. mas fiz.
fiz e gostei.

você acha que isso me torna uma pessoa pior???


eu desacatei todos os conselhos. não ouvi nenhum dos meus amigos. e fiz.

sabe... acho que tem a ver com hormônios. fiz por mim. eu tava precisando...


fiz: comprei um vestido, paguei o não podia/devia.
acho que tpm me deixa consumista.

ahh... mas ficou tão bonito.
e o melhor: eu comprei um vestido M.
sim... eu que só usei G desde pequena comprei um vestido M.

é um bom motivo, não é??








colado por Miss Celânea - 8:45 AM





Aí que hoje eu estava lembrando de quando conheci a Klô e a Ligia. Foi no luau que os Lanches organizaram no fim de 2002, na praia da Barra, aqui no Rio.

Esta noite foi a mais bizarra, começando pelo tombo que eu levei na porta da casa do Carlão (eu podia ter processado o condomínio dele). Dois joelhos esfolados e sangrando. Graças à pomada cicatrizante da Yael e dos serviços de enfermeiro do Ivan, as marcas do acidente ficaram (quase) discretas.

Na areia, galhofa. Engraçado que várias pessoas que eu não conhecia na época mas que hoje são amigos importantes estavam nesse luau. Tipo a Fli, a Maju. A Karla e a Ligia. O LP. O Merino.

Ainda teve o episódio clássico protagonizado por mim, Yael e Adri, pedindo pra fazer xixi num motel pertinho da praia. Pedindo não, quase implorando. O Adri tem um grande poder de convencimento! A noite acabou com a carona amiga do Palto e do Cesar, meus joelhos ardendo e o cabelo destruído pela maresia.

E por que eu contei toda essa história pra vocês? Só pra tentar convencer o povo a organizar um novo luau. Hein? Hein? Todos os quilômetros de orla que a cidade possui devem ser aproveitados!

À noite.



colado por Rach - 3:01 AM



Wednesday, January 28


COMO PERDER PESO

Emagrecer é um grande drama na vida de muitas mulheres. Até quem não tem tendência a engordar, em algum momento já quis/precisou perder uns quilos.

Aí começa o depoimento: durante toda a adolescência até os 22 anos eu fui gorda. Cheguei a 75 kg (em 1,70m), quando comecei a emagrecer. Perdi 17 kg. Sem qualquer tipo de remédio redutor de apetite. E tenho me mantido no peso há mais de um ano.

Mas que fique claro: não precisa ser magro pra ser feliz. Mesmo com todos os quilos a mais eu tinha uma vida bem legal e um namorado perfeito. Mas queria me sentir melhor comigo, com o meu corpo. E se isso é um problema na sua vida, hora de tomar uma providência.

A dieta é o que menos importa. Qualquer uma funciona. Ninguém é gordo porque não sabe o que comer. Ou alguém não sabe que biscoito de chocolate engorda? Tomar remédio é se enganar: você emagrece muito e rápido e depois ganha em dobro.

É tudo uma questão de disciplina pra não comer o que você sabe que vai te engordar. Algumas pessoas podem comer todas as porcarias que gostam, sem limite. Quem tem tendência a engordar, não. Se você quer se manter magro, não adianta lutar contra isso.

Claro que dá pra manter o peso comendo um docinho de vez em quando. Se você está sonhando com um sundae, vai lá e come logo! Sendo honesta com você mesma, é só compensar depois, optando por uma comida menos engordativa mais tarde.

Enfim, para emagrecer e manter-se magra basta ter disciplina, vigilância e não se enganar. E nunca esquecer que CALÇA 40 É MAIS GOSTOSO QUE CHOCOLATE.



Note: emagrecer é uma coisa, ficar gostosa é outra. Aí tem que fazer dieta E exercício. Mas neste quesito eu não posso ajudar, quem sabe a Fli ou a Guega?



colado por Rach - 3:28 PM



Tuesday, January 27

a teoria do namoro de grupo

se você está esperando uma teoria sobre sexo grupal, pule para o próximo post porque não é nada disso.

namoro de grupo nada mais é do que um relacionamento entre duas pessoas da mesma turma.
é um lance muito legal.
ter amigos e interesses em comum com a pessoa que você está gostando é indiscutivelmente muito bom.
nada como saber que quando você quiser sair com os seus amigos vai poder levar seu namorado sem medo de estar obrigando o pobre a fazer algo que não quer e melhor, caso você queira sair só com eles não tem o menor problema, ele conhece todo mundo e não vai ficar ciume. isso também vale para a situação inversa.

eu só tenho UMA ressalva quanto a isso. é bem simples: quando você engata um namoro de grupo o seu relacionamento para a ser um "patrimônio" da galera. fica meio instituído que o CERTO é você e ele, ele e você.
okay, isso não é nenhum problema até que... o namoro acabe.
além dos problemas comuns de fim de rolo/namoro/whatever, você também vai ter que enfrentar aquela quarentena básica e mesmo que você esteja muito afim de alguém, não vai conseguir sair com ninguém, sem que pelo menos uma pessoa te aponte o dedo.

mas eu ainda acho que esse é dos males o menor - quando você consegue terminar já tá no lucro. acho isso por um motivo muito simples: quando você namora alguém da sua turma, independente de como andam as coisas entre vocês, sempre que estiverem juntos com a galera vocês vão conversar, se divertir, dar risada.
na minha opinião isso retarda o processo que te leva a descobrir que o seu namoro não vai bem. você começa a passar a maior parte do tempo que passa com ele junto com todo mundo. começa a ficar cada vez mais raro os momentos só do casal, porque já que eles não são tãos legais, são substituídos pelos momentos em grupo, sem que vocês percebam que na verdade quase não ficam mais juntos. e isso acontece, unicamente, porque vocês não tem mais muito a ver, não tem mais aquele carinho, aquele chamego. só amizade, mesmo.

acho que não consegui me explicar direito, mas tudo bem...

esse post é dedicado a um casal muito fofo que eu conheço, que apesar de não ter exatamente os mesmos amigos e os mesmos interesses, se ama e sabe disso.
é muito bom ver essas coisas.





colado por Miss Celânea - 9:14 AM



Monday, January 26


Eu tive um professor de Psicologia Social que sempre acabava as aulas papeando com os alunos sobre relacionamento amoroso e lances afins.

Sempre lembro que ele dizia que o mais difícil era compreender o valor das atitudes do outro, porque cada pessoa tem um critério.

Tem gente que lembra a data em que passou no vestibular. Tem gente que esquece o dia certo do aniversário da mãe. Tem gente que escreve bilhetinho, cartãozinho sem precisar de motivo. Tem gente que não.

Então se o outro deixa de fazer algo que você considera uma grande demonstração de amor eterno, não significa que não goste o mesmo tanto. Porque cada pessoa tem um jeito de deixar claro. Que às vezes nem é tão claro assim.

Bom se tudo isso fosse simples.



colado por Rach - 5:24 PM




Uma vez quando eu era pirralha, eu bebi caipirinha e fui parar no hospital. Aí, meus pais foram super legais comigo. Não brigaram, não deram esporro, não cobraram nada. Eles perceberam que eu tinha dado um mole, e só.
Depois, passou mais um tempo (tipo uns seis meses) e eu bebi pra caraleo de novo e passei malzão. Não precisei ir para o hospital, mas passei bem mal.
E eu lembro do café da manhã do dia seguinte, eu meio troncha ainda e a cara dos dois de "beleza, fez merda, problema seu. mas agora vc vai ouvir". E eles falaram falaram falaram falaram falaram falaram. Na boa, sem esporro. Mas falaram muito, e foi sacal, pq eu já sabia tudo q eles estavam falando, e concordava com eles.

Tá, e daí, Fli?

Sim, agora começa minha teoria.
Acho q isso é um fenômeno mundial, mas no Rio de Janeiro ele se manifesta com uma itensidade que já está passando dos limites: A falta de educação e consideração dos homens.
Vou te ligar na sexta. E não liga. Dar bolo. Desligar o celular. Sumir do mapa.
Porra meu filho, eu tenho certeza de que sua mãe te deu educação, mas pelo visto vc não conseguiu assimilar.
Cla-a-ro que eu não estou me referindo aquele moleque que vc pegou na nite. To falando de quando a coisa começa a ficar mais séria. Quando vc já tá no esquema de "quando encontra beija na boca", já apresentou pros amigos, quando não rola de ficar com outra pessoa na frente dele, mas ainda não é um namoro, sabe como?
Então, essa falta de educação (e considereção) tá bizarra aqui no Rio. Pra que diz que vai ligar na sexta se eu nem pedi pra vc me ligar? Pra que desligar o celular? Me liga e diz que não vai poder sair comigo no dia e ponto. Agora, me deixar esperando? foda! Pq eu, pessoa educada, posso ter recusado outros convites pra sair na sexta pq já tinha combinado previamente de sair com vc, seu puto. Pra que sumir do mapa? Custa muito ser macho o suficiente pra dizer na minha cara "olha, acho melhor a gente parar de ficar"?
Porra, eu já fiz tanta vezes isso (de dizer que não rolava mais de ficar com alguém). É difícil? É, pra caraleo, mas eu respirei fundo e falei.
Em toda a minha vida só 3 meninos fizeram isso comigo. O primeiro sumiu, mas depois me pediu desculpa e falou comigo numa boa. Isso foi há cinco anos atrás e até hj nós somos amigos. O segundo foi o mais bacana: tentou me ligar várias vezes, mas eu nunca conseguia atender o celular (pq tava no ônibus, pq meu telefone tava desligado...), até que ele desistiu e deixou um recado FODA, dizendo que estava saindo com outra menina e que não ia dar mais pra ficar comigo. Esse menino é meu exemplo de comportamento até hj.
O terceiro... Bem, o terceiro é uma das poucas pessoas que já me ouviu dizer "eu tenho tanto orgulho de vc".

Tá Fli, e o que isso tem a ver com a sua história de bêbada?

Não tem a ver com a história de passar mal e encher a cara, mas tem a ver com os dez minutos da minha vida que eu fiquei calada, ouvindo meus pais falando sem parar, concordando com eles e me sentindo uma pessoa meio merda, com vergonha do que eu tinha feito. Eu fiz besteira, e perdi dez minutos da minha vida que não voltam nunca mais me sentindo mal por isso.
Então, eu proponho um contra-ataque feminino (e masculino tb, pq tem muita mulher que não assimilou a educação q suas mães tentaram passar). O cara pode ser escroto o quanto quiser com vc, sumir do mapa o quanto quiser, te dar bolo o quanto quiser, desligar o celular quantas vezes tiver vontade, mas ELE VAI OUVIR. Garanto que depois da centésima mulher que ele ouvir reclamando do quanto ele foi sem noção, ele vai pensar duas vezes antes de tomar a atitude mais fácil.

As mulheres, pelo menos aqui do Rio, já estão tomando essas atitudes escrotas dos homens como normais. O cara some, não dá sinal de vida, e o máximo que elas fazem é ficar com raiva e falar mal dele para as amigas. É meio um esquema de "esse foi mais um babaca, mas é assim mesmo que eles agem". Eu tb sempre agi assim. Ficava puta, mas calada no meu canto. Mas agora eu estou começando a perceber que isso não é legal, q essa atitude tb é preguiçosa. E o problema é que quanto mais a gente tem preguiça de falar sério e tentar mudar as coisas, os absurdos vão se tornando cada vez mais usuais, e eu tenho medo que um dia o Brasil (acho q Rio vai primeiro) se torne uma Jamaica, onde eu vi uma mulher dizendo que "queria um cara legal, que não me chutasse". Então tem mais é que falar mesmo. Não num esquema megera, mulézinha chata de voz estridente, mas na boa, pra impedir que o moço aperte o botão da audição seletiva.

Porra, a gente nem tá pedindo muito, é só respeito e consideração.



colado por Fli - 1:04 PM




ESCOLHE AÍ, MANÉ

Será que eu sou a única pessoa do MUNDO que acha que se apaixonar é uma questão de escolha?

Deixa eu explicar: eu acho que você só se apaixona por alguém se estiver predisposto a isso. E não acho que seja algo que acontece sem você perceber... essa predisposição é clara. Você SABE quando você tá quase apaixonado. Se apaixonando. Começando a gostar. Não é possível que a fase do pré-apaixonamento passe despercebida.

E é então que entra o lance da ESCOLHA. Quando nesta fase de pré-apaixonamento, você pode escolher:

1. Apaixonar-se - Aí sim a coisa foge do seu controle. Porque DESAPAIXONAR não é questão de escolha. Se você se joga no ABC da paixão, minha liiinda, esquece a sanidade.

2. Stand by - O stand by é um belo curinga, só que oferece riscos. Ficar em stand by é ótimo. Você não tá apaixonada, "mas se você quiser, eu vou adorar", como já diria Marina Lima. Então você fica esperando a reação do sujeito em questão, em stand by, podendo se apaixonar a qualquer momento.
O risco é você fazer papel de otááááária, disponível a qualquer momento e a mercê dos humores do sujeitinho. Ninguém merece ficar na DEPENDÊNCIA dos sentimentos alheios, né mesmo?

3. Fugir - Ah sim, porque se você entra na fase de pré-apaixonamento por uma TRANQUEIRA, a atitude mais sã que você pode tomar é fugir. Correr bastante e pra bem longe do traste.
E se você não conseguir fugir, não venha argumentar que apaixonar-se não é questão de escolha. É sim. Você que não foi forte o suficiente pra fugir, ou não correu rápido o bastante.




colado por Ligia Helena - 3:15 AM



Saturday, January 24

eu não vou dar instruções de abordagem, ou um "manual de como chegar". não sou boba de mostrar minhas armas... mas, boazinha q sou, vou só dizer umas palavrinhas mágicas q podem ajudar aos mais afoitos. até pq, eu tomo iniciativas, mas de vez em quando é bom também ser o lado passivo da relação.

pra chegar num cara, ou numa mulher, é essencial a presença dos seguintes fatores:
feeling + tato + desembaraço (tb conhecido como cara de pau)

isso se vc quiser chegar e PEGAR efetivamente, pq, se vc tiver só a cara de pau, e nenhuma noção, suas chances de tomar toco são de 99%. pq, sim, existe aquele 1% bêbado e/ou solitário q vai topar...

pra obter sucesso na investida, vc tem q saber em quem chegar, a hora propícia à abordagem, e como fazê -la. não existem regras. existe o feeling, sacar isso tudo e ter coragem e tato pra finalizar.

uns sabem fazer, outros não. mas muitos ainda podem aprender. tenta aí, mané.



colado por joakina - 12:09 AM



Friday, January 23

COMO DAR MOLE PARA A JOAKINA

leia instruções no post da tia Rach mais abaixo.

pq eu não dou mole, eu CHEGO.
daí vcs facilitam a minha vida se deixarem bem claras suas intenções.

grata =)



colado por joakina - 12:41 PM




não adianta. acho que é a convivência que deixa as pessoas assim:

karla: mas você gosta mesmo dele?
amiga: muito... ele é feio, sujo e mau.





colado por Miss Celânea - 11:06 AM



Thursday, January 22


COMO DAR MOLE

Primeiramente faz-se necessário definir o conceito de "mole". Dar mole consiste em todo e qualquer tipo de ação ou estratégia utilizada por alguém que tenha por objetivo a deflagração da primeira ficada com uma pessoa pretendida.

Para que a técnica a ser descrita abaixo obtenha sucesso, é preciso que exista algum tipo de conhecimento entre o interessado e o pretendente. Aproximações do tipo interessado-desconhecido requerem estratégia diferenciada.


* CONFIANÇA: Seja confiante. Não há meio de iniciar uma campanha de conquista sem se sentir capaz de alcançar o objetivo principal. O primeiro aspecto a ser estudado é a CONDIÇÃO. Você tem que sentir se a ficada é possível. Esta é uma avaliação subjetiva e depende do comportamento do outro em relação a você.

* FRIEZA: Seja frio. Avalie o alvo cuidadosamente antes de tomar qualquer atitude. Se você julgou que a condição existe, agora pense nos passos efetivos que dará. Sem pressa, um dia de cada vez. O investimento deve ser feito aos poucos. Às vezes mais vale marcar presença com a pessoa numa situação especial do que uma ficada no momento inoportuno. É preciso ter calma.

* CALCULISMO: Seja calculista. Obtenha meios de comunicação com a pessoa-alvo. ICQ, neste mundo nerd em que vivemos atualmente, é sempre um grande aliado. Assim, crie situações sociais em que encontre com o pretendente. Nestas oportunidades você põe em ação a atitude ofensiva.

* ATITUDE OFENSIVA: A hora certa de agir é uma questão de bom senso. Ter NOÇÃO é fundamental, mas uma dose de desembaraço também é importante, sem nunca perder a sutileza e a CLASSE. Através de sorrisos, olhares, comentários bem colocados você pode deixar clara a sua intenção. Se estes artifícios não funcionarem e ainda assim você julgar que há condição, pode haver a EXPLANAÇÃO, a última medida.


Agora é colocar os conceitos em prática. Boa sorte!



colado por Rach - 11:51 AM




DA IMPORTÂNCIA DA POSE

A pose é provavelmente uma das coisas mais poderosas do mundo. Pelo menos eu considero uma das mais importantes, junto com o creme seda hidraloe leave-in ee, talvez, a luz elétrica.

O mundo pode desabar sobre sua cabeça: mantenha a pose. Você pode tomar duas, três, quatro garrafas de Chandon: mantenha a pose. Você pode ir ao fundo do poço, morrer de ciúme, ter vontade de chorar: mantenha a pose.

Só assim pra ouvir: "você é linda, você é forte, com você é diferente. Você não precisa se preocupar com nada, você tem quem você quer, a hora que você quer."

Aí, depois de ouvir isso, você chega em casa, e, escondida de todo mundo, desmancha a pose.

Eu meti a cara nos doces. O que você faz quando está sozinha e não precisa mais posar, não interessa a mais ninguém. Aos outros interessa a fachada que você TEM QUE MANTER. Para que pelo menos ALGUÉM acredite em você. Aliás, para que acreditem... na sua pose.




colado por Ligia Helena - 5:10 AM





Eu preciso jogar no bicho.

Hoje DUAS pererecas estiveram a menos de um metro de mim, em momentos diferentes do dia, em lugares improváveis. Este é um dos bichos que mais me causam pânico, perdendo apenas para as lagartixas. Vou ficar rica.

Só pode ser um sinal.



colado por Rach - 1:04 AM



Wednesday, January 21

assim.. eu postei isso no meu blog, mas como eu sempre posto as minhas teorias aqui, fiquei me sentindo meio mal.
ta aí. operação carbon copy.





teoria do caos - keep goin

conheço uma pessoa que diz que os sonhos não são necessariamente para serem alcançados, mas pra te manterem lutando. diálogos.

é bem por aí. se você estiver perfeitamente bem, não tem muita graça.

há algum tempo eu passei por um perrengue prolongado. mas perengue mesmo. coisas de trabalho, emprego, grana.
esse tipo de coisa, só quem passa sabe como dói. você pensa naquilo o dia todo e quando dia acaba, você chega a conclusão que mais um dia (uma semana, um mês, um ano) se passou e sua vida andou, continua estacionada.
medo. medo e agústia. é só isso que você é capaz de sentir.
durante esse tempo eu voltei todas as minhas forças pra sair desse problema. a minha vida pessoal ficou parada. durante a maior parte desse tempo eu não deixei ninguém realmente entrar na minha vida e nos momentos mais críticos eu não deixava nem mesmo os amigos tomarem contato com o que eu tava sentindo.
eu tava correndo atrás de só um objetivo.
resolvido então esse perrengue, agora eu estou as voltas com a minha adaptação aqui no rio: mudança de ares, de clima, de ambiente, de vida social, de responsabilidades. hoje as minhas preocupações giram em torno de outras coisas.
graças a deus eu tô mandando relativamente bem com esses assuntos.

o que eu quero dizer com isso é que, quando você resolve o seu maior problema, você tem que arrumar outro. e ele não pode ser pequeno não: tem que ser grande o suficiente pra tornar a sua vida um caos, você só pensar nisso e viver pra resolvê-lo.
é isso mesmo... o ser humano gosta de viver no caos.

uma vez, quando eu era bem mais nova (e mais burra também) eu passei por isso. tempos de perrengue, faculdade, procura por estágio, rebola com as notas do semestre, paga as subs, tira carteira de motorista, encara o medo de dirigir...
quando tava tudo nos conformes, eu me estabaquei de cara no chão por causa de uma pessoa.
não vou ficar aqui dizendo que o fulano era isso, isso e isso e fez aquilo outro. porque a culpa foi minha. eu sei.
eu tava bem precisando disso. pra acordar.
okay, sofri muito. um cara chegou na minha vida, virou tudo do avesso e foi embora. mas as vezes a gente tem que passar por certas coisas.

eu tive uma conversa sobre isso recentemente. acho que a pessoa me deu razão. diálogos.


todo mundo precisa estar correndo atrás de uma coisa que quer muito, o tempo todo. senão não vale a pena.




colado por Miss Celânea - 6:01 PM



Tuesday, January 20


A MÓDA DAS FRANJAS

É um verdadeiro surto. Não, uma epidemia que vem acometendo as famósas: a franja.



Não se trata do visual do tipo Amélie Poulin, e sim a franja combinada ao cabelão.



O efeito não rejuvenesce. Ao contrário, deixa a mulher com cara de retardada, parecendo muito mais velha mas pagando de menininha.



Pior que a febre das franjas, só os mullets do Gianechinni na novela das sete.



colado por Rach - 2:52 AM





Se o processo de conquista fosse uma briga, mão na nuca durante o beijo seria o equivalente a um soco no estômago.

Mensagem fofa de celular, elogio gratuito, cafuné no cinema, tudo jogo sujo.

Mandar flores? Rasteira!



colado por Rach - 2:31 AM



Monday, January 19

Fli, vai dormir.

Assunto dois: ai, como eu queria ter uma câmera digital no Open Air. Váaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaarias visões do inferno.
A melhor delas foi a visão do inferno genética, passada de mãe pra filha. "Coitada daquela ali. A mãe dela não disse 'filha, não sai de casa assim não'". "Porra, olha só a mãe dela". Crise de riso das floquetes Fli e Fê.

Alguém viu Los Hermanos no Faustão hoje? Alguém viu a cara de cu de "que porra é essa?" q o Camelo fez pro Amarante quando ele errou uma parte de Ana Julia?

Vou confessar uma coisa: cansei de fotolog.

Meu corpo implora por endorfina. A situação tá feia...

Sou pobre, estou doente, mas me divirto. Em não podendo sair de casa, me diverti horrores fazendo bolinhas de sabão na janela da área de serviço. Se alguém me visse, no mínimo pensaria:
a) essa menina é retardada
b) essa menina está muito doida, numa viagem bem estranha
c) ela não tem mais oq fazer da vida?
Sim, eu sou retardada. Não, eu não uso drogas. Sim, eu tenho muito oq fazer da vida. Mas hoje eu fui feliz fazendo bolinhas de sabão.

Boa noite para vocês. E tenham uma semana beeeeeeeem divertida.



colado por Fli - 12:31 AM



Friday, January 16

Dia desses eu olhei pra minha bolsa, ou melhor, pros itens dentro da minha bolsa e pensei: puta q pariu!
Sério, minha bolsa é uma mochilinha pequenina, mas não sei como, ela vira a bolsa do gato félix onde cabem muitas muitas muitas coisas. Quem já me viu na nite, provavelmente sabe qual é a bolsa q eu to falando.
Dentro da bolsa havia: um telefone celular, uma carteira, chave de casa (até aí, normal). Um guarda-chuva, uma bolsinha com lances de menina, bala 7 Belo de mais de um mês, filipeta amassada, um pacotinho de lenço de papel, uma escova de dente, prendedor de cabelo, na verdade, dois prendedores de cabelo, caixinha de lente, soro pra lente, e agora, o melhor: um sabonete!
O que faz uma criatura carregar um sabonete na bolsa?
Tipo: qq emergência, eu tenho como tomar banho?
Eu hein...



colado por Fli - 5:09 PM




A minha melhor amiga

Desde pequena eu sou complexada com essa coisa de amigos. Hoje em dia minha auto-estima é BEM melhor, mas quando eu tinha meus 12 anos, eu era A Excluída. Eu fui criada em prédio e cresci junto com as mesmas meninas. Cada uma se identificava mais com outra; e eu sobrava. Eu nunca tive uma melhor amiga.
Com 15 anos é que eu fui saber o que é isso. A Viviam então brigou com a melhor amiga dela e resolveu ser minha melhor amiga. Foi uma grande vitória sabe, porque, pra variar, eu sempre gostei muito dela e ela cagava pra mim. Até que ela viu que eu era realmente legal e, no auge da amizade, ela se mudou logo ali pra Manaus. Foi triste. Eu acho que entrei em depressão, sabe, porque eu tive todos os sintomas de uma. Eu ficava o dia inteiro no quarto chorando, não queria falar com ninguém e não queria fazer nada. Eu achava que ia morrer de saudade da minha melhor amiga, a única pessoa que realmente eu me identificava por completo. Achava que ninguém poderia substituir a ausência dela. Por isso eu só ia pra escola durante o ano, não fazia nada mais com amigos. Só saía pra nite (??) em julho e dezembro, quando a Viviam vinha pro Rio de férias.
O tempo foi passando, eu fui me acostumando, eu conheci as floquetes e cia (hehe) e fui tomando um rumo completamente oposto ao dela. Ela começou a namorar sério, passou a não vir ao Rio nas férias e eu fui perdendo a noção e virando uma maluca por completo. A última vez que ela veio ao Rio, tem uns seis meses, a gente mal tinha assunto. Tudo o que eu contava pra ela, ela achava loucura e vice-versa.

E ontem, eu cheguei em casa e vi um envelope. Dentro, um convite de casamento. Da Viviam. Ela tem 20 anos. Eu disse VINTE ANOS e disse CASAMENTO. Tem noção?!?! A minha melhor amiga vai CASAR. E isso é MUITO fora da minha realidade. E um dia nós fomos TÃO iguais...

Era isso...




colado por Marcia Soares - 12:46 AM



Thursday, January 15

teoria da escolha



a teoria é simples. baseia-se no fato já comprovado de que tudo é uma questão de prática.

exemplificando: imagine um cara sem muitos atrativos, também conhecido como feio ou esquisito (isso não vale pra você que GOSTA de feios e esquisitos).
pois então, essa criatura, pra se dar bem necessita de toda uma estratégia. precisa escolher a presa, julgar se ela cairia na sua conversa ou não, pensar do que vai dizer e, só então, investir.
ele é praticamente um profissional treinado. treinado pra driblar tudo e todos pra não ser mais um sozinho por aí.

agora imagine um cara lindo. todo gatinho, ajeitadinho, sorriso perfeito e aqueles olhos (vou colocar assim porque beleza é subjetivo). esse ser nunca precisou se esforçar pra pegar ninguém, certo?
na grande maioria das vezes esses caras simplesmente pegam geral. começam pegando as mais bonitas, depois as mais gostosas, mas chega uma hora que eles simplesmente perdem o critério e saem pegando.

segundo a teoria da escolha, como esse cara nunca teve que ficar escolhendo muito pra atacar, já que ele é sempre atacado, quando ele é OBRIGADO a fazer uma escolha, como CASAR, por exemplo, faz errado.
é.. ele escolhe uma garota feia, chata ou burra (ou simplesmente tudo junto).



teoria da escolha é uma cortesia ouvido penico.





colado por Miss Celânea - 5:28 PM




Eu tenho o coração bem separado do resto do corpo. Digo assim, emocionalmente. Quase parafraseando Nina Persson, my heart is on the outside of my chest.

Quando eu quero me apaixonar, eu me apaixono. Pego o coração, aperto o botão de LIGA. Aí pode ser até alguém por quem eu nunca tenha tido muita atração. Nossa, vira obsessão, choro de noite, sofro, sinto ciúmes, frio na barriga e tudo mais.

Se eu não quero me apaixonar, desligo e pronto. Fica lá, tranquilinho.

Mas e quando eu canso do coração desligado, mas sei que ligar seria encrenca?

E quando aparece alguém querendo enfiar o dedão no meu botão de ligar o coração? Mesmo contra a minha vontade? De vez em quando acontece.

Fico confusa...



colado por Ligia Helena - 2:26 AM



Tuesday, January 13

Alguém viu a cena no That 70's Show que eles imitavam aquela parte de Grease "You're the one that I want"?
Pelamordedeus, alguém viu isso?
Foi MUITO engraçado.
O Hyde imitando o John Travolta foi de chorar de rir.



colado por Fli - 8:39 PM



Monday, January 12

Meu nome é Fli, tenho 24 anos e eu minto.
Sim, eu assumo, eu minto.
Quando alguém me pergunta alguma coisa sobre a minha vida com um ar superior eu minto mesmo. Pq eu desprezo esse tipo de gente. Des-pre-zo. Então eu invento altas histórias.



colado por Fli - 5:35 PM




o erradinho


bom... depois do sujinho, eu vos apresento o erradinho:


o erradinho é um cara que não é o cara mais lindo que você conhece, mas é com certeza um dos mais interessantes.
ee é erradinho porque você bem sabe que se apaixonar por ele é como saltar de para-quedas: é uma delícia, mas tem um risco altíssimo. mas o risco faz a parte boa ficar ainda melhor.
ele costuma ser inteligente, engraçado e ser muito, muito charmoso. ao seu jeito, mas muito charmoso.
normalmente ele sai com mulheres muito lindas. exemplo: fabrizio moretti (que apesar de ser do strokes, tá mais pra erradinho do que pra sujinho) e drew barrymore.

um excelente exemplo de erradinho é o sam rockwell. ele não é NADA bonito. mas tem uma coisa... que não dá pra explicar.


claro que existe também o erradinho gato por natureza, como o joaquin phoenix e o jason lee. mas isso só faz somar ao fator para-quedas.


eu poderia fazer uma lista de erradinhos do nosso circulo social, mas eu não tenho peito suficiente e também acho que vocês bem sabem quem são.






colado por Miss Celânea - 9:38 AM



Sunday, January 11


Eu acho que mais da metade das mágoas do mundo seriam evitadas se as pessoas tivessem o hábito de se colocar no lugar das outras antes de tomar qualquer atitude.



colado por Rach - 11:33 PM




Quero minha vida saudável de voltaaaaaaaaaaaaaaaaaa!




colado por Fli - 9:27 PM



Saturday, January 10


VISÃO DO INFERNO - A CALÇA DA GANG

Que fique claro: calça da Gang é um conceito amplo, não se restringe às peças da loja citada.



Elas são feitas de um tecido strecht com aderência semelhante a do plástico-filme. A cintura fica quilômetros abaixo do umbigo. As celulites atuais e as potenciais ficam expostas.

Pra piorar, elas comumente são usadas junto com tamancos de acrílico, outra visão do inferno. Elas não deixam a mulher gostosa, só com jeito de dançarina. De axé ou de funk.



Resumindo: calça da Gang não veste bem nem o manequim.

(obrigada Bebel, pelas ilustrações!)



colado por Rach - 11:19 PM




estranho é no interior, em que a gente passa um mês fora e de repente vão acontecer TRÊS casamentos de um povo com menos de vinte anos, e as meninas jovenzinhas todas grávidas. eu digo estranho pra não dizer triste. não que eu seja contra o casamento e a gravidez, muito pelo contrário - talvez, mas por obrigação...
com licensa que tenho coisas melhores pra fazer!

aí desse modo a cidade vai crescendo... de 30 mil a 40 mil habitantes, e assim por diante...



colado por grace - 9:47 PM




Na onde de "músicas que definem meu momento"...

Atualmente Zeca Baleiro, em sua versão para Vapor Barato, define o conceito de Fli: "ando tão à flor da pele que qq beijo de novela me faz chorar".
Bizarro. Eu era do tipo "não lembro qual foi a última vez que chorei", mas de uns tempos pra cá, eu tenho chorado quase uma vez por semana. Basicamente com livros.
Hoje foi o final de "Os Cem Sentidos Secretos". Juro que tentei me controlar, mas não deu.
Mas sabe que eu nem acho ruim? Pq nesse estado, vc percebe coisas que normalmente não conseguia compreender. Coisas normais do dia a dia, tomam proporções gigantescas e vc acaba se lembrando que a vida é tão maior do que a gente pensa.
Claro que não dá pra viver assim, pq é muito muito intenso, mas uns períodos à flor da pele são extrememante necessários. Eles te lembram de coisas que vc já tinha esquecido ou te mostram coisas que vc nem sabia que existiam...




colado por Fli - 8:03 PM





Sabe o que é mais triste?

"coração na mão como um refrão de bolero, eu fui sincero como não se pode ser"

Quando letra de música do Humberto Gessinger faz sentido pra você.

Fim da dignidade.



colado por Rach - 1:19 PM



Friday, January 9

meu nome é karla, tenho 22 anos e eu TENHO UM PADRÃO.


é. eu tenho.

vocês também tem???

eu cheguei a essa conclusão há algum tempo, já. eu tenho um TIPO. um tipo de cara que me agrada.

sempre me apaixono pelo mesmo tipinho. mas não é um tipo físico não. seria mais próximo de um tipo literário, um perfil psicológico.

estou sempre as voltas com um fulano que não tem lá muita cara de anjo, é inteligente e muito engraçado. vale ressaltar que essa última qualidade é imprescindível.

esquema jessica rabbit: "ele me faz rir...".

claro que isso me deixa meio previsível, logo, não me agrada muito. mas sei lá... acho que não tem mais muito o que fazer, não.


enfim...

qual é o seu TIPO?








colado por Miss Celânea - 4:44 PM



Wednesday, January 7

Eu queria comprar um lance (pomada fodona de boa) pro meu cabelo. Mas custava 91 coins.
Saco!!!!

Fim do momento reclamação.



colado por Fli - 6:13 PM





COMO FAZER ESCOVA

Material: uma escova, um pente, duas piranhas de cabelo, um prendedor elástico, pinças e o secador.

Passos:

1. Usando o cabo do pente, divida o cabelo em duas grandes partes, ao meio;
2. Prenda toda a metade esquerda com um prendedor (piranha);
3. Na metade direita você vai dividindo em mechas, de baixo para cima (dá pra dividir em 4 mechas);
4. Conforme a mecha estiver seca, prenda-a com o prendedor elástico. O resto do cabelo você prende com a piranha;
5. Quando o cabelo estiver todo seco, solte-o e penteie-o com os dedos, secando-o.
6. Você está pronta, com os cabelos dignos de comercial de shampoo.


PS: Calma. Com o tempo e a prática você ficará melhor. E encontrará o seu próprio jeito de secar o cabelo, atingindo um nível profissional.

PS2: Das primeiras vezes você vai levar horas pra completar todo o processo, algo que também melhora com a habilidade, até que você conseguirá secar todo o seu cabelo em 20 minutos.



colado por Rach - 4:54 PM




Eu já falei que desisto dos regimes? Se falei, repito.

Quando eu for rica faço uma lipo e se não ficar rica vou virar obesa, mas aí tem o SUS que me paga uma redução de estômago.



colado por Hayuka - 2:31 PM




Ah, eu nem tenho nada pra escrever não. É só porque eu tava com saudade do Floc.
E não, eu não tô namorando. Mas a vida de putaria já deu *ui*, sabe?!

Um beijo pra minha mãe, pro meu pai, pra Xuxa, pra Sasha e pra você!



colado por Marcia Soares - 12:43 AM



Tuesday, January 6

hoje na banca de jornal eu vi uma revista chamada UNHAS.

tema?
unhas!
novas tendências, cores e sabores.

fiquei imaginando um próximo lançamento... pensa só, uma revista intitulada "UNHAS DO PÉ". grátis uma esponja!




colado por joakina - 11:21 PM




Sábado aconteceu um grande encontro floquético: atuais e de outrora (das que estavam na cidade, só faltou a Cinha), lá no Ivan, com direito a Master, Playstation, Madonna, bêbado chato, e amigos, MUITOS AMIGOS!


[joakina sem loção invade o post da Rach]

fotinha!! iuhuuuuu!!



[joakina se recolhe, com um pouco de vergonha, pedindo desculpas a Rach, porém com um risinho sapeca de canto de boca]



colado por Rach - 8:57 PM




Eu não lido bem com a dor.
Eu não lido bem com a doença.



colado por Fli - 2:28 PM



Sunday, January 4

a teoria do momento


quando você vive uma coisa com uma pessoa você está assinando com ela. um contrato de permissão pra que ela use a lembrança desse momento quando e quantas vezes ela quiser.

um exemplo: aquele seu namorado de anos ou aquela pessoa com quem você viveu um lance bem rápido, de instantes até. os dois tem igualmente o direito de lembrar disso pro resto da vida.

isso é bom e ruim.

ruim porque aquela pessoa que você fez questão de esquecer, pode ficar lembrando de você, se quiser. e bom porque você vai poder lembrar pra sempre de um momento muito pequeno, que só tem importância pra você.

é um direito seu e das pessoas que partilharam um instante da sua vida, da sua atenção.


eu poderia até dizer "portanto, meninas, muito cuidado com quem vocês se enroscam por aí!!" mas isso você bem já sabem. então vou preferir só complementar:

faça somente o que tiver vontade, seja sincera com você mesma e com as pessoas que você ama.
partilhe a sua vida e torne-se uma lembrança boa. mesmo que seja uma lembrança bem pequena.


porque isso é muito gostoso. e porque até as lembranças pequenas valem a pena.





colado por Miss Celânea - 6:30 PM



Saturday, January 3

Você sabe que o cara só quer ser seu brother quando ele tira foto ao seu lado fazendo lml, em vez de um sorriso distraidamente meigo. E é tão triste! haahaha

Boa viagem pra mim. Vou pra praia pegar uma chuva.



colado por B. - 5:17 PM




acho q vou desmaiar de fome...
uobaaaaaaaaaaa tá na mesa.



colado por Fli - 3:53 PM




Lembrei tanto da Cilda neste reveilão.
Eu tava numa casa com zilhões de crianças.
Mas ao contrário dela, eu ADORO. Sério mesmo, eu me diverti horrores com as criancinhas. Tinha um menininho de uns 9 anos que eu quis levar pra casa. A coisa mais fofa do mundo. E falando francês ainda por cima... Parecia um ursinho. Todos juntos: oooooouuuuuuuuuun.

Feliz doismilequatrooooooooooooooooo



colado por Fli - 3:43 PM



Thursday, January 1

RESOLUÇÕES DE ANO NOVO:

1. Fazer análise;

2. Aprender a costurar na máquina;

3. Escrever a monografia;

4. Me formar.



colado por Rach - 2:34 PM



.
Flocgel
Sexto Aniversário! 09/06/2008
Rach
Rach

Lija
Lija

Karla
Karla

Joaka
Joaka

Hay
Hay

Guega
Guega

Cinha
Cinha


Biba

Fli
Fli

Miriam
Miriam


Mais Floc



Mais Rach:
Vida de Sitcom
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Guega:
Praça Púbica
Amistad
Fotolog

Mais Joaka:
Der Mond
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Hay:
Pérolas ao Pai
Fotolog

Mais Biba:
Pérolas ao Pai
Fotolog

Mais Cinha:
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Lija:
Cinco Coisas
Fotolog
Flickr


Links

Teoria Pedestáltica
Andy Warhol
Revista Bala
Infância 80
Isabel Vasconcellos
Jornal do Commércio
Jornal de Poesia
London Burning
MixBrasil
Mood
Naturally Curly
no mínimo
Orisinal
Peanuts
Portal X
Roy Lichtenstein
Sombrero Noturno
Turma da Mônica
Yabu Media


Sons

Arcade Fire
Arctic Monkeys
Art Brut
Autoramas
The Beatles
Belle & Sebastian
Bidê ou Balde
Bloc Party
Blur
Boy Kill Boy
Cabaret
The Cardigans
Charme Chulo
Chico Buarque
Clap Your Hands Say Yeah
The Cranberries
The Cure
Dave Matthews Band
Death Cab for Cutie
Ecos Falsos
Editors
Franz Ferdinand
Garbage
Green Day
Hard-Fi
Hereges
Hole
Hot Chip
Hot Hot Heat
I'm From Barcelona
Interpol
Janis Joplin
Kaiser Chiefs
The Killers
The Kooks
Le Tigre
Los Hermanos
Ludov
Madonna
The Magic Numbers
Maxïmo Park
Monobloco
Netunos
OK Go
Paralamas
Pato Fu
Pedro Luís e a Parede
The Pipettes
Pipodélica
Pixies
Placebo
The Poliphonic Spree
Queens of the Stone Age
Radio 4
Radiohead
The Raconteurs
The Rakes
The Raveonettes
Rita Lee
REM
Sheryl Crow
She Wants Revenge
The Shins
Smiths
The Strokes
Tom Jobim
Violent Femmes
Wilco
We Are Scientists
Weezer
White Rose Movement
The White Stripes
Wonkavison
Yeah Yeah Yeahs

Blogs

Uma Dama não Comenta
Vida +ou-
Lumos
Lounge
Ai Minha Santa Aquerupita
Lixomania
O Diário de Byron Parker
Robs Piano Bar
Mexerica
Como faz?
Te dou um dado?
Post Secret
Tudo está rodando
Meme de Carbono

arquivos

June 2002
July 2002
August 2002
September 2002
October 2002
November 2002
December 2002
January 2003
February 2003
March 2003
April 2003
May 2003
June 2003
July 2003
August 2003
September 2003
October 2003
November 2003
December 2003
January 2004
February 2004
March 2004
April 2004
May 2004
June 2004
July 2004
August 2004
September 2004
October 2004
November 2004
December 2004
January 2005
February 2005
March 2005
April 2005
May 2005
June 2005
July 2005
August 2005
September 2005
October 2005
November 2005
December 2005
January 2006
February 2006
March 2006
April 2006
May 2006
June 2006
July 2006
August 2006
September 2006
October 2006
November 2006
December 2006
January 2007
February 2007
March 2007
April 2007
May 2007
June 2007
July 2007
August 2007
September 2007
October 2007
November 2007
December 2007
January 2008
February 2008
March 2008
April 2008
May 2008
June 2008
July 2008
August 2008
September 2008
October 2008
November 2008
December 2008
January 2009
March 2009
May 2009
June 2009
December 2009
January 2010

 

Campanhas

Dos males o menor

O que está por baixo também conta

Mulher monga, não!

Afins

Blogs Hermanos
[ <|>|?|#]


View My Guestbook
Sign My Guestbook

Powered by Blogger