Wednesday, July 30

Algumas verdades (secretas) sobre as mulheres

* Geralmente nós temos muito mais pêlos do que os homens imaginam. Tá, nem todas somos macacas monga, mas quase todas nos depilamos ou descolorimos os desgraçadinhos. Os homens nos vêem lisinhas ou douradinhas, nem imaginam quão peludas nós podemos ser (ou as verdadeiras TATURANAS que temos acima dos olhos). Mas...

* Muitas de nós dão uma folga para a depilação no inverno. Especialmente quem mora em lugares que faz frio de verdade e a possibilidade de usar saia ou short é remota demais. E especialmente quem não tá pegando ninguém, então não corre o risco de ser surpreendida por mãos "exploradoras". Se é inverno e surge a possibilidade de pegar alguém, uma depilação é providenciada (leia-se: Gilette, e eu falo da lâmina de barbear).

* Muitas de nós têm na gaveta de calcinhas e sutiãs algumas peças pra dar. Não, não pra dar de presente, mas para usar em dias que você sabe que vai rolar um sexo. Ou seja, lingerie PRA DAR. Nos dias em que você sabe que não vai rolar nada, usa as outras, que geralmente são feias, desbotadas, "da vovó", com elástico frouxo...
(acho que isso de ter calcinha "pra dar", e deixar de dar porque está com calcinha velha é mais frequente no início da vida sexual. Depois de um tempo aprende-se que é errado desperdiçar sexo bom por causa de uma calcinha feia. Melhor é tirar a calcinha sem o guri ver.

* Nós temos rituais de beleza que nos deixam MEDONHAS. Uma vez vi uma amiga minha - que é linda, um certo amigo meu chama ela de *divina musa* - com os cabelos enrolados em papel alumínio. MEDO, ela tinha creme de cabelo escorrendo pela testa, tava de roupão e dançando Dire Straits. Parecia um alienígena roqueiro.
Eu mesma, agora que escrevo isso, estou com o rosto lambuzado com um creme muito fedido, com uma pomada hidratante branca nos lábios e os cabelos presos num coque bizarro, que desafia as leis da física, para que as pontas dos meus cabelos, cheias de silicone, não encostem em mais nada. Mas tudo isso é para meu bem.

Somos cheias dos truques. De maquiagem, de roupa, de cabelo. Nem sempre o que você vê, amigo, é a verdade nua e crua. Às vezes a verdade é assim, secretinha. E mesmo você sabendo desse, e mesmo você sabendo outros, os truques são inúmeros, os segredinhos são infindáveis, e é por essas e outras que eu acho muito, MUITO divertido ser mulher!



colado por Ligia Helena - 3:17 AM



Tuesday, July 29

Encontro Floc-Lanches na Cobal do Leblon!



Ocorrido em 17 de julho de 2003, de forma inusitada!



colado por bressan - 3:00 AM



Monday, July 28

O que dizer de alguém como Ligelena?

Quando tento falar bem de alguém que amo, percebo o quanto meu vocabulário é insatisfatório. Não consigo nem contabilizar a quantidade de adjetivos necessários pra definir esta mocinha, tão querida e tão especial pra mim.
Não dá, fico sem saber o que dizer, sem saber por onde começar. Já escrevi e apaguei uns quatro posts; nada fica à altura da amizade que eu tenho com ela, ou do valor que ela tem pra mim. O que fazer?

Serei sucinta. Afinal, é seu aniversário e eu não quero deixar de demonstrar o carinho que tenho por sua nobre pessoa.

Mulher, você é sensacional.
Eu te amo de verdade.


Um beijo no coração da sua mãezinha carioca



colado por bressan - 5:46 PM




She broke my heart
My Grace is Gone
Another drink and I'll be gone


:(



colado por bressan - 5:43 PM




Ontem. Ah, ontem foi um noite única. Às vezes a vida te surpreende. Pra quem ia ficar em casa vendo tv...
Não dá pra contar tudo, até pq tem coisas que nem eu entendi até agora. Só digo que o que o álcool faz mal para o meu corpo (Juia, LP e Merino viram meu estado), ele faz bem pras minhas idéias.
Tem aquelas decisões que vc toma de fora pra dentro, pq elas são racionais e são a coisa certa a fazer. Mas as melhores, as mais fortes, são aquelas que não te deixam opção. Elas não pedem licença, chegam com uma autoridade indiscutível e quando vc se dá conta, elas já estão lá, dentro do seu corpo todo, e não tem nada que vc possa fazer.
Ontem foi assim. Numa Matriz com mocinhos que eu já quis, mocinhos q eu já tive, e mocinhos que já me fizeram (bem) triste. Depois de muito muito muito álcool nas idéias, eu pulei da cama e escrevi isso num garrancho horrível.

Eu amo os homens.
Pq eles são coisinhas perfeitas
Capazes de magoar e quebrar
O coração de uma mulher
Eu amo os homens pq assim decidi
Pq não quero mais odiar
Pq de certa forma eles são meus
Todos meus
De certa forma,
Eu



colado por Fli - 3:37 PM




A primeira vez que eu vi Lijelena ao vivo, eu levei um susto. Pq eu achava q ela era uma menininha pequena, toda frágil e lances. E quando eu cheguei na Nautilus eu vi um mulherão. Nos dois sentidos da palavra, pq ela devia estar com 1,90m em cima daquela sandália giga, e pq ela era linda e exótica e cheeeeeeeeeia de personalidade.
O tempo foi passando, e quanto mais eu conhecia a Lija, mais eu gostava dela. Pensa só, uma menina meiga, carinhosa, inteligente pra carai, linda, MUITO gente boa, divertida e muito, muito mesmo, querida por todo mundo que a conhece. Não dá pra não se apaixonar.
Li, TUDO DE BOM PRA VOCÊ! Felicidade, paz, saúde, amigos (muitos), sucesso, festas, risadas, mocinhos, dinheiro (pq a gente não fez voto de pobreza), viagens, roquenrou e boas surpresas.
Te adoro!



colado por Fli - 3:35 PM




Oi.



Hoje é meu aniversário.


Vamos comemorar: Ê!
:)



colado por Ligia Helena - 2:03 AM



Sunday, July 27

E a frase do momento é:

- Ô delícia.....




colado por bressan - 4:56 AM




Tarja Preta

Roubaram minha preguiça. E meu sono. E minha vontade de devorar toda comida do mundo.

De quebra, ainda levaram um monte de tristeza junto.

Fera.





colado por bressan - 3:22 AM




Já passa de meia noite. Virei abóbora.
Às vezes a gente tem q assumir que perdeu.
Boa noite. Durmam bem. Sonhem com os anjinhos, ou com seus musos e musas.



colado por Fli - 12:07 AM




Não creio. Só peguei a última música da Norah Jones no Saturday Night Live. Po, justo a mais batida. Será q ela cantou Come Away With Me?
Dado que eu não to fazendo nada. Vou fazer um top 5.
Top 5 músicas que me fizeram cantar a plenos pulmões esse ano:
1 - Jolene
2 - Wasted and Ready
3 - Aquela outra do Ben Kweller que ele fala "if i was in your shoes..."
4 - A nova do Cardigans que eu nem sei a letra direito, mas volta e meia me pego berrando "for what is worth, i love you, and what is worse i really do". Pq essa música faz um sentido absurdo pra mim. Mesmo q a letra não seja nada disso q eu canto.
5 - par ou ímpar (canvas)



colado por Fli - 12:01 AM



Saturday, July 26

Pobre é foda.
Pq eu não bebia quase nunca, sabe? Então, com 2 latitas eu já ficava beeeeeeeeeem. Mas esse ano eu comecei a gostar de cerveja. E passei a beber, hum, digamos, como qq pessoa normal. O problema é q às vezes eu sinto falta da sensação de ficar meio alta, de achar tudo divertido. Como eu não gosto de destilado, tem q ser na cerveja mesmo. E pra chegar neste estado de "ai, tudo é tãaaaaaao legal" eu to precisando beber cada vez mais (=gastar cada vez mais). Acho q vou parar com essa vida. Vou voltar pro meu esquema menininha-radical de sexo-drogas-banho-quente-bebida-açúcar-free.
2 já foram, só falta o resto.



colado por Fli - 11:41 PM




Vcs me deixaram sozinha em casa sábado à noite. Quem lia o massaro sabe o que isso significa. Posts, posts posts, muitos posts sem sentido.

Ultimamente, ficar sozinha em casa sábado à noite numa semana sem minhas doses diárias de endorfina tem tido um efeito colateral: chorar vendo filmes na tv. Hoje foi com aquele da prostituta de Veneza, que passou na Warner. Já vi este filme umas 3 ou 4 vezes. Na primeira, minha amiga e colega de economia virou pra mim quando a luz do cinema acendeu e mandou: "aí, se economia não der certo..."
E sabe outra coisa q me fez chorar esses dias? O texto da Clarah sobre a filhinha dela. Vai lá no brazileirapreta. É muito muito muito bonito. Eu lembro que a minha mãe tentou começar a escrever um caderno contando sobre mim. E ela contava do dia q eu nasci. E era fodamente lindo, pq mummy escreve bem pra carai. Mas ela RASGOU as poucas pgs q escreveu (cla-a-ro que ela não conseguiu escrever muito, afinal ela tinha uma bebé branquinha de cabelo preto e olhão azul pra cuidar), e eu fiquei muuuuuuuito chateada, pq hj em dia eu só lebro de uma frase, e queria poder ler o resto.
A mãe de uma amiga minha tb tentou fazer isso. Ela escreveu um pouco mais q a minha mãe, mas tb não escreveu muito não. Conforme minha amiga ia crescendo, os registros iam ficando mais raros. Mas ela deu o que tinha escrito pra minha amiga quando ela fez 15 anos. Foda, foda, foda. Pq quando vc escreve, fica pra sempre.




colado por Fli - 11:27 PM




Pergunta do dia: pq nos 3 finais de semana q eu viajei zilhões de pessoas me chamaram pra sair e neste, que finalmente eu fico no rio, o telefone não toca nenhuma vez?
Ah Fli, pq VC não liga pros outros? JÁ LIGUEI, ninguém me quer. Disse a renegadinha do Leblon.
Eu bem queria estar num certo estado deste país, com umas certas floquetes, numa certa festa. Humpf, mas to em casa, com medo de ver "O Chamado".
Mas vamos parar de reclamar, pq ontem eu me diverti a valer na Brazooca. Oh, que saudade das brazoocas clássicas, de tchururus e chapadas em sofás, de gente divertida, de muitas risadas e músicas toscas.
Então é isso. Acho q passarei meu sábado com meu russo preferido.
K-lo, Lija, Cilda, Rach e Merino: divirtam-se, percam a linha, passem o rodo e peguem geral.




colado por Fli - 9:49 PM



Friday, July 25

Aí eu virei economista. E tinham 3 floquetes assistindo a minha defesa!
E tinha uma floquete rezando por mim e outra emanando energia positiva sentada em frente a uma antena (pra energia chegar via satélite).
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHH q foda! Eu sou economista de verdade. Tem um papel que prova isso.
Eu sempre achei que fosse chorar, mas fiquei tão surpresa por ter sido aprovada sem restrição que fiquei sem reação. Sei lá, é estranho, vc fica meio dã. Comassim, euzinha? Euzinha depois de uma ano, depois de tanto perrengue, depois de ter desistido 2 vezes de me formar, depois de ter decidido virar popstar em londres, trabalhar no cirque du soleil, virar fotógrafa, casar e ter filhos. Terminei. Acabou. Lucinda nasceu.
Que venham Melinda e Arlinda.



colado por Fli - 12:56 AM



Thursday, July 24

ORGULHOS

Semana passada eu instalei um chuveiro elétrico, sozinha. Fiz tudo, a parte hidráulica e a parte elétrica. E depois tomei banho com ele. Muito fera. Também montei um beliche. Mesmo não sendo assim tão amiga das ferramentas quando a Karlota, fiz tudo direitinho.

Hoje, agora, acabei de fazer uma capa de almofada. Eu COSTUREI. Ficou tosca, mas eu tou orgulhosa.

Eu tou foda. :D



colado por Ligia Helena - 4:21 AM




Semana passada nasceu mais um priminho meu, o Enzo. Se você achar que bebês recém-nascidos não têm cara de joelho e não são todos iguais, você pode clicar no nome dele, porque o mocinho já tem foto na internet. Não, ele não é meu filho. Ele é filho de primos meus. E é primo da Brenda (que já tá bem grandinha, diferente dessa foto). E no final do ano vem a Maria Clara, que eu ainda tenho esperanças de ser João Ricardo, filha do meu irmão. Ou seja, já temos três criancinhas com idades quase iguais, o que eu acho muito bacana, pois é muito mais fácil deles serem amiguinhos. Se eu tivesse que contribuir para a amizade entre priminhos, eu teria que ter um filho agora. Não, agora não porque eu tô postando. O que eu quero dizer é que eu já tenho priminhos e sobrinho o suficiente pra eu não me preocupar com filho, até porque ele vai ser bem mais novo e vai ser o zoado pelos primos. E o belo fato é que eu tô me acostumando com a idéia de ter que conviver com crianças.



colado por Marcia Soares - 1:01 AM



Monday, July 21

Barcelona Sevilha! E agora é Porto.

A saudade me faz suspirar por aí....
Lembro da ultima vez que fiquei três semanas sem receber e-mails e não consigo evitar; fico esperando pelas batidas na porta, principalmente nas noites chuvosas de quinta-feira.

Mas Barcelona me roubou esse privilégio. Recebi essa terrível notícia e logo tomei consciência de que dessa vez eu não vou ter a surpresa mais linda e molhada esperando no portão.

(quem manda ficar mal acostumada?)

Oquei.
Logo, logo chega o Natal.




colado por bressan - 9:25 PM




a pulinha tem uma amiga q já pegou o paulinho vilhena!

eu quero sapatos de salto alto e bico fino. quero muito. e saias e vestidos (sentiu q baixou a mulézinha em mim).

ae, duvido alguém comer mais docinho de casamento que eu (nem o Merino consegue)!

e essa foi a contribuição da fli pra o floc nesta semana.





colado por Fli - 8:53 PM



Sunday, July 20

ajude esse cara a sair com a drew barrymore.


ele quer sair com ela e ainda fazer um documentário sobre a sua aventura pra conseguir tal feito. sinceramente, essa é uma das idéias mais legais que eu vi na net nos últimos tempos.
ela devia sair com esse brian só pelo esforço que ele está fazendo. e eu acho que a drew barrymore é absurdamente linda.

bom... espero realmente que role. o encontro e o filme!



eu peguei o link em http://no15.blogspot.com/



colado por Miss Celânea - 12:31 AM



Saturday, July 19

A GUEGA TÁ AQUI! A GUEGA TÁ AQUI! A GUEGA TÁ AQUI!
Aqui na minha casa:D
Na 5a feira à noite, mal ela tinha chegado, já rolou um encontro floc-lanches altamente inusitado...
Hoje tem mais, vamos todos à Loud!: Floc, Lanches, Edaih, os4doleblon, comassim, FRIENDSTERS em geral, todo mundo lá!!



colado por joakina - 11:00 PM



Friday, July 18

CARALHO, como tem mulher idiota nesse mundo.

Dá vontade de pegar pelos cabelos e sacudir, dizendo: "MINHA FILHA, ABRE TEU OLHO!!!!"... mas não adianta; elas são burras, cegas, IMBECIS.

Aaaaaah..... não, ninguem merece, por favor, não deixem; alguém pare esse ônibus, alguém mande um e-mail anônimo pra ela abrindo o jogo, alguém POR FAVOR avise a essa coitada que ela vai ser ENGANADA OUTRA VEZ, MAGOADA NOVAMENTE.

Eu não posso.
Confesso que até já tentei (ou quase), mas achei melhor tirar minha colher. Já me dei mal com essa história. E além disso, ela não me deu ouvidos.... ah, pobre moça; tão doce, tão cheia de amor pra dar... vai desperdiçar tudo com um puto que num vale o ar que respira, que não merece nem o amor da mãe dele. Dói ver que esse tipo de cara sempre se dá bem no final. E a mulherada sempre se fode.

Stop baby don't go stop here...

Será que ela esqueceu o passado? Será que caiu em sua conversa mole? OUTRA VEZ? Não estou CRENDO nisso. Não consigo conceber que tudo está prestes a acontecer de novo! Ela nem imagina a quantidade de coisa feia que aquele safado ainda vai aprontar com ela....

But who am I to preach a word or two?

Menina, menina... saiba que estou sofrendo por você. Juro. Você merecia coisa melhor em sua vida. Não consigo parar de ter pena de você, de desejar que você não se machuque. Não consigo deixar de torcer para que ele não consiga fazer MAIS UMA mulher sofrer, ainda mais sendo você, que já passou por isso. Sei que é improvável que você leia isso aqui, mas eu preciso falar, botar pra fora a minha revolta.

E quando ele te deixar no lixo novamente, pode me procurar; volte a ficar visível pra mim no ICQ, que eu faço questão de te dar o ombro pra você chorar. Mas não vá reclamar quando eu te chamar de BURRA, ou disser "eu te avisei...".

A man can tell a thousand lies, I've learned my lesson well...

Perdoe-me por um dia não ter sido cem por cento sincera com você. Talvez, se tivesse sido diferente, você não estaria agora caminhando pra sua desgraça. OUTRA VEZ. Sim, estou me sentindo culpada. Espero que um dia a gente possa sentar pra conversar e esclarecer toda essa história. Quero que você entenda o meu lado, que você saiba o porquê de cada atitude que eu tomei.

I think YOU are in trouble....

Agora só me resta desejar-te boa sorte.


(não, ninguem entendeu nada, pó pará de especular)



colado por bressan - 6:10 AM




É impressionante como seu cabelo fica uma BOSTA quando você usa um condicionador diferente do que você está acostumada a usar.

E nem me venham com aquela historia de que “é tudo igual, a fórmula é a mesma, só muda a fragrância...”. Explica isso pra juba aqui.



colado por bressan - 12:55 AM



Wednesday, July 16

Pergunta para as demais floquetes (e tb para as nossas comentaristas):
Meninas, quando vcs ficam com um cara que não sabe NADA de mulher, vcs ficam com pena dele?
Eu fico. Ainda mais se o mocinho já passou dos 20 anos. Não tô dizendo q eu só quero moços que saibam MUITO como agir com uma mulher, que não cometam nenhum tipo de erro, mas na boa, não ter idéia de nada é bizarro. Eu nem fico bolada (tipo, "takipariu, estou aqui perdendo meu tempo") eu fico é com pena mesmo.
Eu até gosto de ensinar algumas coisas, acho bonitinho um erro ou outro, mas quando é MUITO, eu fico numa de "ah, coitadinho".

Só um último comentário a respeito dos mocinhos q eu pego. Meu Deus, se algum homem falasse comigo do jeito q eu falo com os meus peguetes (tá, nem todos, com alguns eu até sou legal), eu ia sentar e chorar. Ae, eu sou muito casca grossa. Domingo eu fui tão rude com o moleque, q depois até pedi desculpa.



colado por Fli - 7:11 PM



Monday, July 14

quero só deixar aqui um voto em favor das calcinhas de algodão.
e foda-se a sensualidade.

pela atenção, obrigada!



colado por grace - 9:57 PM




O Grande Manifesto
O desabafo de uma menininha grande

Alta, grande, girafona. Quando sou apresentada às pessoas, esse é o primeiro comentário que fazem: "uau, você é alta, hein?" É, eu sou. Tenho 1,78m, muitas vezes aditivados com 12cm de salto plataforma. Oito mais dois, dez, fica-zero-sobe-um, sete mais dois, nove, um mais zero, um, voilà, temos Ligia com 1,90m. Beeeeeeeeeem alta.

Sempre fui a mais alta da turma. Com 9 anos, na terceira série, eu tinha 1,50m, isso nem é muito comum. Na quarta série, quando entrei na escola pública, a professora fazia fila com os alunos, do menor para o maior. Eu sempre ficava lá no fim da fila, junto com os meninos repetentes.

Na educação física eu me destacava, fosse jogando volei, futebol, basquete ou handebol. Além disso, sempre tinha uma tia velha ou vizinha palpiteira dizendo que eu modia ser modelo. É, podia, não fossem os vários quilos extras e o rosto... ahm... bem... exótico.

Todo mundo acha que ser alta assim é bom, mas nem sempre é! Há muitas desvantagens em estar além da altura média nacional... e quem disse que as meninas altas não sonham às vezes em como seria bom medir 1,60m? Eu sonho!

Nós altas geralmente temos pés grandes, o que torna a tarefa de comprar sapatos uma verdadeira caça ao tesouro. Muitas vezes a numeração feminina vai só até 38. Como ficam as que calçam 39, 40?Pior é quando depois de muito procurar você resolve entrar na loja e dizer: "me mostra o que você tem em tamanho grande!" e aí te mostram aqueles sapatos que te fazem parecer o Pateta, ou aqelas sandálias horrorosas de 4 coleções atrás.

E pra comprar roupa, então? Acho que as altas e magrinhas ainda sofrem mais. Pelo menos quando eu era magrinha, sofria à beça. O que ficava bom na cintura e quadril, ficava curto nas pernas, e o que ficava ok nas pernas ficava largo na cintura e quadril. As blusas de manga comprida viram *meia-manga* e toda camisetinha deixa a barriga de fora. ARGH!

Mas o mais dramático ainda está por vir: muitas vezes os meninos são mais baixos que a gente, e algumas vezes eles são MUITO mais baixos que a gente. Com o tempo nós altas acabamos desencanando dos aspectos estéticos e ergonômicos do lance e passamos a pegar meninos pequenos sem o menor (hihihi entenderam? "Menor"! Hihihihi que ruim essa) problema. Mas a sociedade, o cinema, a moda e os comerciais de margarina ainda pregam que numa situação perfeita, o homem tem de ser mais alto que a mulher. Isto gera todo um medo por parte dos gurizinhos. Tá que tem uns e outros que tem TARA em mulher grande, mas a maioria tem mesmo é MEDO.

Além disso, tem mais uma coisa triste. As garotas altas e grandonas e fortes e independentes e modernas (eu sei que agora estou sendo mais específica, mas licença, é meu drama pessoal) são um pouco negligenciadas no tocante à mimos, carinhos, dengos e preocupações. Por não termos aquela aparência de bibelot das mignons, somos sempre presenteadas com o famoso *te vira!*. Po!

Nós somos mesmo mais auto suficientes, mas de vez em quando é gostoso ser tratada como menininhazinhas que somos.

Não nego, tiro de letra todos os revézes de ser grandona. Só perco o rebolado quando preciso de mimo e preocupação e não recebo.

HOMENS, mimem as meninas grandonas, elas também são menininhas! Menininhas grandes! Vocês serão recompensados, tenho certeza.

Grata. :D



colado por Ligia Helena - 8:19 PM



Sunday, July 13

Mr. Big

todo mundo aqui conhece aquele seriado da HBO ´sex and the city´?
pois então... o tema principal é a boa e velha dobradinha ´amor-sexo´ e as protagonistas são quatro amigas que vivem em nova iorque. uma delas é a lindíssima sarah jessica parker, que faz o papel de carrie bradshaw, jornalista de revista feminina.
eu não sei em que pé anda a história, mas nas primeiras temporadas ela tinha um ´namorado secreto´. era o mr. big. ele era tão secreto que ela nem falava o nome real dele. era só mr. big. não lembro nem dela ter chegado a apresentá-lo pras três amigas.
era bem engraçado porque toda vez que aparecia uma situação onde ela teria que falar o nome real dele, acontecia alguma coisa... e ela não falava.
enfim... eu falei tudo isso pra chegar ao seguinte ponto: o direito de ter um mr. big.
há alguns dias atrás, a cinha colocou aqui no floc a questão de ´socializar´ ou não os nossos queridinhos. uns disseram que são a favor, outros se manifestaram contra ou mais ou menos contra.
a minha opinião é que todo mundo tem direito ao seu mr. big. aquele cara que é TUDO e você não quer dividir com ninguém e ponto. ciúmes sim, e daí?
as vezes, nós gostamos tanto de alguém, que só o fato de dividir a atenção do fulano já dá uma sensação horrível. mesmo que seja um lance que já passou, que não tem mais nada a ver. é um direito seu.
agora imagina você com o mr. big ao lado, no meio de todo mundo que você conhece, chega alguém e diz ´huummm que beleza, hein?? qual é a situação do moço?´... vai responder o que?? ´olha... ele não tá comigo, mas não vai estar com ninguém... pode tomar o seu caminho de volta´... não dá, né?
então o melhor é preservar o rapaz do contato com o seu círculo social... assim, pelo menos, se ele estiver com alguém, vai ser longe dos teus olhos... e o que os olhos não vêem...






colado por Miss Celânea - 10:52 PM




O Silêncio

Fiquem tranquilos. Não vou publicar letra de música do Arnaldão aqui, nem iniciar uma discussão filosófica sobre o silêncio-seria-ele-a-ausência-de-som-ou-um-som-silencioso. Não. Eu vim aqui para falar sobre aquele terrível, opressor, constrangedor silêncio inevitável quando num encontro. Especialmente num primeiro encontro. Encontro amoroso, eu digo.

Porque eu acredito que todo mundo passe ou já tenha passado por isso. Até a Karlinha, floquete mundialmente famosa por ter o dom de puxar conversa interessante com QUALQUER pessoa sobre OS MAIS DIVERSOS assuntos já deve ter passado por isso: você se encontra com o mancebo, e após algum tempo de conversa animada e interessante, com ampla participação dos interlocutores, um silêncio que ninguém sabe de onde veio baixa entre os dois. Fica lá, tenho a impressão que o silêncio é um grande zombeteiro, ambos ficam com cara de bobos, mentalmente procurando algo pra dizer, e o silencio deve se divertir horrores sentindo o pânico nos dois.

Aí o que acontece?

- Você no desespero de não ter o que falar, fala algo totalmente inapropriado pro momento, tipo: "ah, eu tenho uma prótese no lugar do dente da frente, sabia?" (não, eu não tenho, mas ele tem e isso não é segredo pra ninguém)

- No desespero de não ter o que falar, você solta um "é, então, né...?" completamente despropositado e idiota.

- Você encontra algo interessante e apropriado para o momento, mas na hora em que você abre a boca para falar, teu interlocutor abre a boca para falar algo (interessante ou não) e aí os dois falam "ah, desculpa! Fala você! Não, fala você!"e no final nenhum dos dois falam nada e voltam para o estágio anterior, do silêncio.

Não é possível que eu seja a única monga que já passou por isso. Tenho CERTEZA que vocês já estiveram em situações assim. Por isso resolvi dividir com vocês a técnica que desenvolvi pra não fazer bobagem nessa hora tão desagradável que é a hora do silêncio.

É simples demais. Vocês vão pensar: "como eu não pensei nisso antes?!" Digo isso pq não é nada genial, e quando eu desenvolvi essa técnica, fiquei com ódio por não ter desenvolvido antes. A técnica consiste em não chamar a responsabilidade da quebra do silêncio para si.

Simples, né? Se o silêncio maldito aparecer, mantenha a calma, fique tranquila e espere que o interlocutor o espante. Tá, eu sei que o silêncio incomoda, dá aflição, que nem sempre dá pra manter a calma. Então pra atingir esse nível de serenidade necessário para que a técnica seja vitoriosa, eu entôo uma espécie de mantra. ÓBVIO que eu não fico falando entre dentes na frente do guri. Não. MENTALMENTE eu fico repetindo: "o silêncio não me incomoda, o silêncio não me incomoda" ou variações tipo "o silêncio é normal, o silêncio é natural". Me distraio com isso até o outro quebrar o silêncio.

NUNCA falhou, até hoje. Assim, geralmente em menos de 3 minutos de mantra o outro quebra o silencio. E aí pouco importa se foi com uma frase idiota ou constrangedora, a idiotice ou constrangimento foi dele, não meu, e isso que importa!

YEAH.



colado por Ligia Helena - 2:20 AM



Saturday, July 12

And I
Just had a dream the other night
I was married to the Queen
And Madonna lived next door
I think she took a shine to me
And the kids were all grown up
But I had to turn her down
'Cos I was still in love with you

I'm turning Madonna down
I'm calling it my best move
I'll get her tickets to what she needs



colado por bressan - 3:23 AM






os 5 inimigos do salto



5. sujeira. sujeira nas ruas ? o fim da picada em si, agora pensa se alguma coisa ainda agarra no seu p?zinho? e se for um papel comprido ent?o? affee..

4. escada. al?m do risco do tombo pra quem n?o est? acostumado a arte de andar na ponta dos p?s, o risco de quebrar o salto est? presente a cada degrau.

3. ralo. sim... ralo... aquele que escorre a ?gua pro esgoto... porque a socialite paulista alicinha cavalcanti j? teve que engessar o p? por causa de um saltinho chiqu?rrimo enterrado na grelha de um ralo na porta de uma casa noturna.

2. chuva. especialmente se for sand?lia, j? que molhar o p? ? p?ssimo. e porque escorrega e ponto final.

1. paralelep?pedo. pelo mesmo motivo que o boi n?o passa pelo mata-burro (ai, como eu sou caipira!). n?o importa se o salto ? fino, grosso, mais alto ou mais baixo, sempre causa um des?quil?brio que mata a beleza e a impon?ncia de nossos lindos sapatos e sand?lias.




colado por Miss Celânea - 12:15 AM



Friday, July 11

Floquetes num domingo de Baixo Gávea




colado por joakina - 2:38 AM




Oi, floquetes!!
: ))

Recebi esse e-mail, nào conheço a autora, mas cuidado! Voce ainda vai se sentir assim algum dia!! :cD

Um faca de dois gumes

São 7h.

O despertador canta de galo e eu não tenho forças nem para atira-lo contra a parede. Estou TÃO acabada, não queria ter que trabalhar hoje.

Quero ficar em casa, cozinhando, ouvindo música, cantarolando, até.

Se tivesse filhos, gastaria a manhã brincando com eles, se tivesse cachorro, passeando pelas redondezas.

Aquário? Olhando os peixinhos nadarem.

Espaço? Fazendo alongamento.

Leite condensado? Brigadeiro.

Tudo, menos sair da cama, engatar uma primeira e colocar o cérebro pra funcionar.
Gostaria de saber quem foi a mentecapta, a matriz das feministas que teve a infeliz idéia de reivindicar direitos à mulher e por quê ela fez isso conosco, que nascemos depois dela.

Estava tudo tão bom no tempo das nossas avós, elas passavam o dia a bordar, a trocar receitas com as amigas, ensinando-se mutuamente segredos de molhos e temperos, de remédios caseiros, lendo bons livros das bibliotecas dos maridos, decorando a casa, podando árvores, plantando flores, colhendo legumes das hortas, educando crianças, freqüentando saraus, a vida era um grande curso de artesanato, medicina alternativa e culinária.

Aí vem uma fulaninha qualquer que não gostava de sutiã, tampouco de espartilho, e contamina várias outras rebeldes inconseqüentes com idéias mirabolantes sobre ‘vamos conquistar o nosso espaço’. Que espaço, minha filha? Você já tinha a casa inteira, o bairro todo, o mundo aos seus pés. Detinha o domínio completo sobre os homens, eles dependiam de você para comer, vestir, e se exibir para os amigos, que raio de direitos requerer?

Agora eles estão aí, todos confusos, não sabem mais que papéis desempenhar na sociedade, fugindo de nós como o diabo da cruz. Essa brincadeira de vocês acabou é nos enchendo de deveres, isso sim. E nos lançando no calabouço da solteirice aguda. Antigamente, os casamentos duravam para sempre, tripla jornada era coisa do Bernard do vôlei – e olhe lá, porque naquela época não existia Bernard, e, se duvidar, nem vôlei.

Por quê, me digam, por quê um sexo que tinha tudo do bom e do melhor, que só precisava ser frágil, foi se meter a competir com o macharedo? Olha o tamanho do bíceps deles, e olha o tamanho do nosso. Tava na cara que isso não ia dar certo.

Não agüento mais ser obrigada ao ritual diário de fazer escova, maquiar, passar hidratantes, escolher que roupa vestir, que sapatos, acessórios, que perfume combina com o meu humor, nem ter que sair correndo, ficar engarrafada, correr risco de ser assaltada, de morrer atropelada, passar o dia ereta na frente do computador, com o telefone no ouvido, resolvendo problemas. Somos fiscalizadas e cobradas por nós mesmas a estar sempre em forma, sem estrias, depiladas, sorridentes, cheirosas, unhas feitas, sem falar no currículo impecável, recheado de mestrados, doutorados e especializações. Viramos super mulheres, continuamos a ganhar menos do que eles.

Não era muito melhor ter ficado fazendo tricô na cadeira de balanço?

Chega, eu quero alguém que pague as minhas contas, abra a porta para eu passar, puxe a cadeira para eu sentar, me mande flores com cartões cheios de poesias, faça serenatas na minha janela – ai, meu Deus, 7h30, tenho que levantar! – e tem mais, que chegue do trabalho, sente no sofá, coloque os pés pra cima e diga ‘meu bem, me traz uma dose de whisky, por favor?’, descobri que nasci para servir. Cês pensam que eu tô ironizando? Tô falando sério! Estou abdicando do meu posto de mulher moderna... Eu quero é ser Amélia!



colado por beta - 1:48 AM




Depois de praticamente rolar uma campanha virtual para que eu cortasse o cabelo, resolvi ceder logo após algumas exigências. Eu poderia substituir a frase anterior por simplesmente "Juia, eu cortei o cabelo."

A complicação era a seguinte: eu tinha o cabelo curto e estou tentando deixá-lo crescer, ou seja, se eu entrasse no salão pra dar um pequeno corte nele, eu corria o risco de cair em tentação e cortar a porra toda e deixá-lo curto novamente. Resultado: meu cabelo crescia, mas sem corte; horroroso.

E aqui quero deixar a minha indignação.
Nunca tive "O meu salão" e muito menos "O meu cabeleireiro". Sempre cortei o cabelo em qualquer lugar. Lógico que naquela casa de fundos com uma plaquinha amarela fluorescente escrito "Cleide's Coiffeur" eu nunca entrei, mas qualquer salão considerável pra mim tá bom. E sabe o que? Sempre saí satisfeita. Um simples corte já era o bastante pro meu cabelo ficar lindo, com escova bacana e lances.
Aí, como fazia muito tempo que eu não cortava o cabelo, resolvi visitar um desses salões de nome que têm no shopping. Aqueles que de dentro das Casas Bahia tu sente o fedor de tanto produto. Resultado: saí de lá putaSSa, com um atendimento horroroso da mocinha que fez a hidratação, que nem "boa noite!" me deu. Fora que, depois do corte, o cara foi incapaz de apresentar meu cabelo à escova, passando o secador de qualquer jeito. Saí gatinha à beça de dentro do salão.

Tá, era só isso. Se eu passar a máquina na cabeça de novo, não se assustem.



colado por Marcia Soares - 1:16 AM



Thursday, July 10

eu nunca fui uma menina muito dada à vaidade, mas tem uma alegria que eu gostaria de compartilhar com vocês...

como é do conhecimento de várias gentes, eu me deliciava roendo unhas, até um dia cair na real, olhar minha mão e ver aquele monte de toquinho horroroso e dedos cabeçudos apontando pra cima. então que eu tenho freqüentado a manicure semanalmente, e ontem eu realizei o meu sonho!!!


(mas a florzinha é de esmalte mesmo e foi só nos dois dedãos... hehehe)



colado por grace - 7:26 PM




BE OBSCENE! BE OBSCENE BABY!

Eu estou tentando postar isso há 3 dias mas meu computador-carroça trava toda vez.

Eu queria dizer, resumidamente, que eu gosto das botas do Marilyn Manson nessa nova turnê dele.

Eu queria postar uma foto mas não achei, então usem a imaginação. São botas pretas de cano longo, atééé o joelho, com cadarço, tipo um mega coturno. Elas são de vinil ou algo assim. Aí elas tem uma plataforma gigante, além de um salto estratosférico.

São lindas.

Eu quero.

(Eu gosto do Marilyn Manson, e daí?! Não gosto das músicas, mas gosto das performances e dos geniais golpes de marketing que ele aplica. Sensacional!)



colado por Ligia Helena - 2:14 PM




Posso voltar pro assunto "preciso emagrecer"? Ah deixa vai... Por favor.
Pergunta do dia: a criança quer emagrecer. Pq, ó Deus, pq ela come num mesmo dia: meio pacote de bono, sorvete do mcdonald's, um pacotinho de bala do papel dourado e doce de banana?
O autor da melhor resposta ganha um bombom.



colado por Fli - 12:13 AM



Wednesday, July 9

Sonhos de uma princesa nerd.

Eu sou uma princesa mimada. Uma princesa mimada que grita quando as coisas não saem do jeito que ela quer.
Eu tenho gritado bastante.

Hoje eu me revoltei com minha vida de nerd. Pensei em acabar com meu ICQ, me despedir do blog e fazer uma tatuagem gigante nas costas. E o que a tatuagem tem a ver com isso? Nada, mas me deu vontade de fazer. Pq tatuagem é a fórmula da felicidade. Quando vc faz, passa o dia todo sorrindo, q nem uma idiota.
Voltando ao assunto, claro q a idéia de parar de escrever no floc acabou meio segundo depois q nasceu. Eu adoro escrever aqui, eu adoro ler o q as outras floquetes escrevem, enfim, não era uma opção. Já o icq... fiquei um bom tempo pensando se matava ou não. Ah, sei lá, me irrita, me dá uma sensação de preguiça (tipo, todo mundo é legal e interessante por icq, na vida real o lance é mais complicado. Dá mais trabalho ser legal com os outros).
Aí, eu entrei aqui no floc e vi o post da k-lo sobre as modelos e lembrei de vaaaaaaaarios momentos divertidos, conversas loucas e crises de riso no meio da madrugada por causa do icq. Resolvi deixar o bicho funcionando por mais um tempinho. Dado que minha prancha tá de férias, vou me assumir como nerd. Pelo menos por uns tempos.




colado por Fli - 11:52 PM




Mudanças Chaves declara:

A Cinha não tem o que fazer e invade o trabalho dos outros. Aí, os outros liga pra juia ela começa a tirar onda, dizendo que instalou o fogão sozinha, trocou torneiras, transportou uma máquina de lavar e todos esses serviços masculinos. Onda, não?! Que orgulho de nossa menina!
Pena que ela vai trocar uma lâmpada e explode a mesma na sua cabeça. Que derrota...



colado por Marcia Soares - 5:16 PM




Às vezes eu me apego a alguém muito rapidamente. Conheço uma pessoa bacana e passo a gostar dela assim, de graça, mesmo sem ter muito contato prévio. Principalmente sé é uma pessoa que em pouco tempo eu passo a admirar.
Aí eu vou conhecendo mais a pessoa, vendo se as minhas expectativas se confirmam ou não.... e na maioria das vezes eu faço amigos maravilhosos assim.

Foda é quando eu tô no meio de um processo desse, descobrindo alguém fantástico, e a pessoa resolve ir morar na puta que pariu. Como agora, por exemplo.

(deixo aqui a minha indignação)

Tá bão, super egoísta da minha parte, confesso. Mas estou tornando público o meu pensamento por um bom motivo: tem um certo mocinho muito bacana que lê esse blog e tá indo morar fora daqui a uns dias. Eu só queria que ele soubesse que vou sentir mó falta dele. Boa sorte pra ti, viu?! Você merece tudo de bom nessa vida!!!




colado por bressan - 1:04 AM



Monday, July 7

Eu sou uma vergonha para as mulheres. Eu sou a pessoa mais bagunceira nascida no planeta Terra nos últimos 30 anos. Eu sou incapaz de deixar meu quarto arrumado por sei lá, 3 horas. INCAPAZ. Sou incapaz de guardar roupas em gavetas, pendurar casacos, devolver o CD no lugar onde peguei, aliás, sou incapaz de devolver o CD pra sua caixinha de origem. Incapaz.

Acontece que esses dias ociosos, de desemprego e férias, me fizeram ter vontade de arrumar meu quarto. Eu esvaziei o armário, desmontei ele todinho, faxinei (tinha teia de aranha no vão entre o gaveteiro e a parede, ECA), deixei ele limpinho e cheiroso, fiz aqueeeeeeela limpa nas roupas velhas, o que dá pra doar, o que só serve pra virar pano de limpeza, o que eu vou *customizar*, descobri um monte de roupa que eu não usava um tempão - e óbvio, fiz um verdadeiro desfile com elas. Vestia, corria até onde minha mãe estivesse: "olha mããããe, lembra desse vestido?" - e fiz uma pequena montanha com roupas que, tadinhas, são *indefinidas*.

Indefinidas porque eu não as uso mais, e sei que nunca mais vou usar, mas... eu não quero me desfazer delas! Ahhh, eu tenho certeza que eu não sou a única que passa por isso. Na minha pilha de roupas indefinidas o que MAIS TEM são aquelas camisetonas imensas, GG, que vão até o meu joelho (pra ir até o MEU joelho tem que ser realmente imensa). São camisetas da época em que eu era uma adolescente complexada que só usava camisetão e calça de helanca. Tem uma camiseta da TOUR 98 DO NENHUM DE NÓS, uma com uma foto MEDONHA do Bi Ribeiro com barba de fazer inveja ao Los Hermanos, uma de uma festa que teve na Dado Bier (nussa, isso nem existe mais) quando o U2 veio pro Brasil... e várias outras, de várias cores, das quais eu não quero me desfazer.

Não me desfiz delas até hoje com a desculpa de *usar pra dormir*. Só que eu devo ter mais *camisetas pra dormir* do que tenho camisetas pra usar no dia a dia. Sem brincadeira, eu devo ter umas 30 camisetas que ganham essa classificação, *pra dormir*. Eu sei, sou doente e deveria sim me livrar delas (algumas estão cheias de buraquinhos, verdadeiros trapos!), mas eu não consigooooo.
Acho que é mais fácil eu doar minha coleção de camisas da LB (que eu AMO) ou meu coturno preto do que minhas camisetas pra dormir.




colado por Ligia Helena - 3:47 AM





fli e karla perguntam:








colado por Miss Celânea - 2:50 AM



Sunday, July 6

Eu tenho uma calcinha da sorte.
Sério.
Inegável.
Incontestável.
Eu tenho.
Que beleza! :-D




colado por joakina - 10:17 PM




Quem nunca deu uma copiadinha no visual de alguma celebridade? Essas revistas que tu folheia e sai maquiagem na tua mão e respinga champanhe na tua cara são as mais procuradas pra um possível vestido de mãe do noivo. E, para citar uma vítima de plágio, digo Adriane Galisteu.
Agora, queridas amiguinhas, se vocês conhecem alguém que se espelhe na Adriane, dê um toque amigável e PROÍBA qualquer atitude de cópia disso aqui:



A moça resolveu se fantasiar de Troféu Imprensa e, por increça que parível, na tv ela estava mais pavorosa.
E o grande motivo pra eu postar isso foi pra colocar inveja na Fli, já que o penteado de Adriane está mais horroroso do que o dela quando casar.
(eu ia publicar a foto Fli-casando, mas sou boazinha)



colado por Marcia Soares - 1:26 AM



Saturday, July 5

Uma cidade, um parque, um museu, um cinema, dois Hitchcocks, uma dupla, um muso.



Papai do céu, me faz voltar 40 anos no tempo e encontrar com esse mocinho na rua. Por favor. :~

(E mesmo hoje em dia, ele não faz feio, olha.)



colado por Ligia Helena - 11:01 PM



Thursday, July 3

on diet

vamos lá, meninos e meninas...

pensamento positivo pra ajudar a Karla na sua 120932103947239875938476.a tentativa de fazer uma dieta organizada.

fiquei tão feliz com a notícia de que minha amiga de facul, a renata, perdeu 20 quilos nos últimos seis meses que resolvi que tenho que fazer dieta, também...

eu nasci de dieta, sabe como é...
eu costumo me censurar bastante na hora de comer alguma guloseima. até como... mas fico pensando em quando tempo vou ter que ficar sem comer doces pra compensar.
sempre fico imaginando como deve ser poder comer o que quiser sem se preocupar ou colocar um biquini e ir a praia sem medo.
pra falar a verdade eu até já esqueci como é ir a praia ou udar biquini em público, porque já faz muito tempo.
anyway, eu tenho umas fases boas com o meu corpo, que eu faço as pazes. emagreço um pouco sem esforço: são os 2 fatores externos que fazem com que eu perca peso sem pensar nisso. (é.. sei que é estranho... )
o primeiro é o trabalho. quando eu estou trabalhando, perco peso logo nos primeiros meses e mantenho. normalmente é algo em torno de 4 a 5 quilos. é uma coisa doida, as vezes passo o dia todo sem comer e nem percebo. cansei de chegar em casa as 9 da noite e lembrar que a última coisa que eu tinha comido tinha sido um pão com marganina as sete ou oito da manhã. acho que o fator ´ação´ também ajuda, mesmo que eu siga as refeições direitinho, só o fato de você estar em constante ação e atenão, faz com que o metabolismo acelere. e trabalhar com tv pode ser, muitas vezes, um serviço braçal, logo... há algum exercício.
o segundo fator é o namoro. quando estou namorando perco muito peso, assim, sem nem ver. sério... quando eu tava no colegial, cheguei a perder quase dez quilos e peguei uma gripe que não sarava nunca, porque estava fraca. mais recentemente, eu perdi três nos primeiros 3 meses de namoro, depois perdi mais 3 ou 4, mas quando começou a crise do fim eu recuperei os últimos e mesmo assim, quando terminei, estava mais magra do que no início.
hoje, a minha prioridade é voltar a trabalhar e enquanto isso não acontece, não quero ficar desempregada e gorda porque é mais do que posso aguentar. logo, dieta à vista...
acho que vou ter bons resultados. eu ando bem mais disciplinada. desde que voltei do rio, incentivada pela fli, voltei a caminhar todas as manhãs. na verdade eu comecei correndo, porque eu gosto, mas tive que reduzir a velocidade porque o meu joelho, que não é la grande coisa, ficou inchadão. mas de qualquer forma, é uma caminhada bem puxada e eu me sinto muito bem. tenho vencido a preguiça...
agora acho que é a hora de um próximo passo. dar adeus de vez ao refrigerante e ao chocolate (meus dois maiores vícios) e encarar um dieta de verdade, controlada, planejada...

ai, ai... não ia fazer nada mal pra minha auto-estima ficar magra...

operação carbon copy (porque eu não tenho criatividade pra escrever em dois blogs, mas sou teimosa)




colado por Miss Celânea - 12:56 AM



Wednesday, July 2

Sabe aquele médico gatinho do ER? Acho q é o Carter, sei lá. Ah, o bonitinho. Sabe? Então, ontem eu fui no Bradesco aqui perto de casa e um dos caixas era PARECIDÍSSIMO com ele. Aeeeeeeeeeeee!
Continuando o assunto homens bonitos, recomendo fortemente "A Princesa e o Guerreiro", filme do mesmo diretor de Corra Lola Corra e também com a mesma atriz. Ó Deus, o que ser aquele moço? Se eu me comportar direitinho vc me dá um desse no Natal?
E pra finalizar, eu sou uma palhaça. Sim Fli, todos já sabemos, mas algum motivo novo? Paulinho Vilhena. A palhaça aqui assiste NOVELA DAS 6 (que derrota) só pra ver o moço. Tudo bem q não é todo dia, mas digamos q estou numa base de 3 vezes por semana. Porra, o moleque tem piercing na sobrancelha, piercing no mamilo e cabelo moicano! Assim fica difícil resistir, né?



colado por Fli - 10:31 AM









colado por joakina - 2:04 AM



Tuesday, July 1

O fim de semana foi tão desgastante, que hoje o dia não poderia render. Adotei como profissão dançarina e backing vocal da Penélope e passei a segunda-feira inteira dormindo.
Porém, aconteceu algo muito feliz na vida, durante o pouco tempo do dia em que fiquei acordada.

Eu aprendi a fazer gelatina.

Isso é muito fantástico e tô emocionada. Agora, meus dotes culinários vão além do miojo.



colado por Marcia Soares - 2:21 AM



.
Flocgel
Sexto Aniversário! 09/06/2008
Rach
Rach

Lija
Lija

Karla
Karla

Joaka
Joaka

Hay
Hay

Guega
Guega

Cinha
Cinha


Biba

Fli
Fli

Miriam
Miriam


Mais Floc



Mais Rach:
Vida de Sitcom
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Guega:
Praça Púbica
Amistad
Fotolog

Mais Joaka:
Der Mond
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Hay:
Pérolas ao Pai
Fotolog

Mais Biba:
Pérolas ao Pai
Fotolog

Mais Cinha:
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Lija:
Cinco Coisas
Fotolog
Flickr


Links

Teoria Pedestáltica
Andy Warhol
Revista Bala
Infância 80
Isabel Vasconcellos
Jornal do Commércio
Jornal de Poesia
London Burning
MixBrasil
Mood
Naturally Curly
no mínimo
Orisinal
Peanuts
Portal X
Roy Lichtenstein
Sombrero Noturno
Turma da Mônica
Yabu Media


Sons

Arcade Fire
Arctic Monkeys
Art Brut
Autoramas
The Beatles
Belle & Sebastian
Bidê ou Balde
Bloc Party
Blur
Boy Kill Boy
Cabaret
The Cardigans
Charme Chulo
Chico Buarque
Clap Your Hands Say Yeah
The Cranberries
The Cure
Dave Matthews Band
Death Cab for Cutie
Ecos Falsos
Editors
Franz Ferdinand
Garbage
Green Day
Hard-Fi
Hereges
Hole
Hot Chip
Hot Hot Heat
I'm From Barcelona
Interpol
Janis Joplin
Kaiser Chiefs
The Killers
The Kooks
Le Tigre
Los Hermanos
Ludov
Madonna
The Magic Numbers
Maxïmo Park
Monobloco
Netunos
OK Go
Paralamas
Pato Fu
Pedro Luís e a Parede
The Pipettes
Pipodélica
Pixies
Placebo
The Poliphonic Spree
Queens of the Stone Age
Radio 4
Radiohead
The Raconteurs
The Rakes
The Raveonettes
Rita Lee
REM
Sheryl Crow
She Wants Revenge
The Shins
Smiths
The Strokes
Tom Jobim
Violent Femmes
Wilco
We Are Scientists
Weezer
White Rose Movement
The White Stripes
Wonkavison
Yeah Yeah Yeahs

Blogs

Uma Dama não Comenta
Vida +ou-
Lumos
Lounge
Ai Minha Santa Aquerupita
Lixomania
O Diário de Byron Parker
Robs Piano Bar
Mexerica
Como faz?
Te dou um dado?
Post Secret
Tudo está rodando
Meme de Carbono

arquivos

June 2002
July 2002
August 2002
September 2002
October 2002
November 2002
December 2002
January 2003
February 2003
March 2003
April 2003
May 2003
June 2003
July 2003
August 2003
September 2003
October 2003
November 2003
December 2003
January 2004
February 2004
March 2004
April 2004
May 2004
June 2004
July 2004
August 2004
September 2004
October 2004
November 2004
December 2004
January 2005
February 2005
March 2005
April 2005
May 2005
June 2005
July 2005
August 2005
September 2005
October 2005
November 2005
December 2005
January 2006
February 2006
March 2006
April 2006
May 2006
June 2006
July 2006
August 2006
September 2006
October 2006
November 2006
December 2006
January 2007
February 2007
March 2007
April 2007
May 2007
June 2007
July 2007
August 2007
September 2007
October 2007
November 2007
December 2007
January 2008
February 2008
March 2008
April 2008
May 2008
June 2008
July 2008
August 2008
September 2008
October 2008
November 2008
December 2008
January 2009
March 2009
May 2009
June 2009
December 2009
January 2010

 

Campanhas

Dos males o menor

O que está por baixo também conta

Mulher monga, não!

Afins

Blogs Hermanos
[ <|>|?|#]


View My Guestbook
Sign My Guestbook

Powered by Blogger