Wednesday, September 29

Duas vezes na vida eu chorei, senti falta de ar, surtei e tive dor física simultaneamente e com muita intensidade.
Isso me leva à conclusão que sou uma pessoa que não aceita términos de relacionamentos amorosos.
Eu acho que minha morte vai ser assim: sentindo tanta dor e não agüentar mais.



colado por Marcia Soares - 11:01 AM




Nossa!
E eu que tinha me esquecido como é maravilhoso receber flores-surpresa num aniversário de namoro...:)





colado por Miriam - 1:52 AM




esse é o segundo mês consecutivo em que simplesmente desaparece um pacote de absorventes dentro da minha própria casa. e dessa vez minha irmã nem está precisando como eu.

será q agora, no universo paralelo onde os prendedores de cabelo desaparecidos dividem espaço com os guarda-chuva perdidos, também residem os absorventes fugitivos?!?



colado por joakina - 1:39 AM





VISÃO DO INFERNO - CALÇA CORSÁRIO

O verão se aproxima e com ele a moda da estação começa a ser comentada na mídia. Eu assisto ao GNT Fashion e vi lá que a tendência mais celebrada para o calor é a CALÇA CORSÁRIO.


Posted by Hello

É muito simples perceber por quê calça corsário é uma visão do inferno genuína. Só veste bem se você tem 1,80m e pesa 50 kg.

Como a realidade da mulher brasileira é longe disso, já que não somos muito altas e temos BUNDAS e QUADRIS (graças a Deus), calça corsário NÃO.



colado por Rach - 12:07 AM



Tuesday, September 28

É triste quando os acontecimentos mostram pra gente que a perfeição não existe. A gente passa alguns meses não acreditando como um relacionamento pode não ter NADA de errado. Aí a porrada vem, contra a vontade das duas partes e o que era um divertido sitcom, se transforma num filme de terror. Ainda bem que depois do filme de terror ainda tem a transformação pra novela das oito.
Num momento como esse é que a gente tem a certeza que a gente ama, quando a gente tem vontade de estar no lugar do outro, sofrendo tudo o que o outro está sofrendo, só pra não ver todo o inferno que a pessoa que você ama passa.



colado por Marcia Soares - 10:59 AM



Monday, September 27

e se você ama a Hayana, quer dar parabéns a ela e não conseguiu falar naquele bendito celular pq o ddd 81 sairia muito caro, clique no link abaixo. ;)



colado por joakina - 11:07 PM



Sunday, September 26

Vcs lembram da teoria do "fofo desnecessário"?
E do "ogro"?

Então, ai ai... Amigas, vcs não sabem a dificuldade que eu tive hoje ao tentar convencer um mocinho não-ogro a não agir de maneira "fofa-desnecessária". Espero que ele leve em consideração meus conselhos... Até a teoria-floc da fofurice desnecessária eu expliquei pra ele!





colado por Fli - 10:44 PM



Friday, September 24

se você também ama a cinha, quer parabens a ela e não conseguiu falar naquele bndito celular, clique no link abaixo.





colado por Miss Celânea - 1:19 PM



Wednesday, September 22


Eu sinto falta de uma tradição feminina.

Do mesmo jeito que rapazes em geral se reúnem pra jogar ou assistir futebol, pra jogar videogame ou qualquer nerdice equivalente, eu acho que nós, meninas, deveríamos criar uma atividade girlie regular.

Poderíamos usar as tardes de sábado, por exemplo, respeitando a rotina de quem namora e de quem é solteira. Não precisa ser nada padronizado. Não precisa ser um clube fechado. Nem obrigatório. Floquetes e agregadas.

Seria um encontro de amigas. Pra falar bobagem, dos outros, dos problemas, dos cabelos, dos trabalhos, das famílias, das unhas, das roupas, de sexo, de amor. Enfim, falar da vida.

Um floc-spot, espaço onde a gente possa conversar, estar umas com as outras. Como aquela tarde TÃO gostosa que várias de nós passamos no Felice, no dia dos namorados. Lembram?

Eu sinto falta de conversar olhando nos olhos das minhas amigas. Falando coisa séria ou não.

Que tal?



colado por Rach - 4:54 PM



Tuesday, September 21

A beleza da juventude é fácil. Mas tb é efêmera. Deveras efêmera. Porém, contudo, entretanto, a tecnologia tem facilitado bastante a vida das criaturas do sexo femino. Cremes e tratamentos (e cirurgia, pra quem tem disposição) modernos têm ajudado as mulheres mais velhas a continuarem gatas. Claro que é uma beleza diferente daquela que elas tinham aos 20 anos. Mas é beleza, e é isso que importa. Bem, é isso que importa nesse post, que é sobre estética e não sobre os verdadeiros valores do ser humano. Voltando ao assunto, as mulheres, mesmo com idade mais avançada, podem continuar lindas sem querer fingir que tem 30 ou 40 anos a menos. Aí, eu estava pensando "mas isso custa MUITO dinheiro". Novamente: porém, contudo, entretanto, quando a minha geração precisar recorrer aos cremes e ácidos e tratamentos diversos, a tecnologia vai ter avançado tanto, que as técnicas caríssimas de hj em dia vão estar ultrapassadas, e assim estarão bem baratinhas. Uobaaaaaa!
É, foi um post mongo pra desestressar. Tem muita coisa (séria) no momento na minha cabeça. Às vezes é preciso falar de banalidades pra descansar as idéias.



colado por Fli - 6:50 PM



Sunday, September 19

Já pensou se esse dinheiro fosse de verdade?
Quem nunca fez tal pergunta ao jogar o Jogo da Vida quando criança definitivamente não teve infância.
E hoje, num domingo nublado, eu volto à fase do questionamento infantil: já pensou se o trânsito do Rio fosse sempre que nem é domingo antes da 8:00 da manhã?



colado por Fli - 8:28 AM



Thursday, September 16


como presente no dia da discussão, eu gostaria de me manifestar..

**eu comecei a escrever isso como comentário ao último post da jô, mas já que não dou as caras no blog decentemente há algum tempo, resolvi fazer um post**

...isso não tem nada a ver com amizade entre homem e mulher: tem a ver com a relação que você tem com sexo e/ou pegação.

se o cara comparece ou não na hora que é chamado na xinxa, não tem a ver com a amizade, mas com sexo.

como a jô mesmo disse.. de repente.. amigos podem se pegar e nada mudar.

você não pode dizer que alguém que acredita no 'eu não to fazendo nada, você também' é incapaz de manter uma amizade saudável. uma coisa não tem nada a ver com a outra.

o cara não é seu amigo só porque ele te pegaria numa determinada situação?

lembrando que isso é diferente do cara que se faz de seu amigo pra te pegar. pior ainda quando o cara se faz de amigo de todos os que te cercam só pra te pegar. é bem desprezível, mesmo...

(um vez uma garota muito querida que não vejo há um tempão disse uma coisa que faz sentido: "você quer me pegar.. então fala logo.. eu até deixo rolar... mas não fica pagando de meu amigo que é meio ridículo..")

amigo não é o cara que não tem o menor tesão por você.
é alguém que se importa com você. só.









colado por Miss Celânea - 9:01 PM




gente, ficou parecendo briguinha!!!
intrigas e tudo mais!!

ha, adorei!!

q lazer!!!

e, Miriam, toma nota de uma coisa: A VIDA INTEIRA eu e Fli discordamos dos mais variados assuntos! hahaahaha

;)



colado por joakina - 1:45 AM




Jô, deixa eu te falar ... :)
Eu não sei o que você pensou do meu último post, mas pode ter certeza que quando eu falei diferença de valores, eu não quis em momento NENHUM agredir você...Na verdade, ele nem foi direcionado. E se fosse, eu te falaria. E acho que você entendeu isso. Até porque, você sabe que eu te adoro, e também te respeito como você é! Por mais que tenha soado forte, te agredir não passou em momento nenhum pela minha cabeça! Mas que nós temos valores bem diferentes, ah, isso nós bem temos! Mas isso não quer dizer que os seus sejam piores ou melhores, tanto que encerrei o post dizendo que pode ser que você esteja certa, mas que no fundo , torcia para que não.
O lance é que eu ando tendo uns surtos psicóticos por aí (ho ho ho), me estressando com algumas pessoas por motivos que bastam a mim saber e calhou de após o meu post você postar sobre ele...Aí, eu expliquei para você o que eu sinto, não necessariamente dizendo que VOCÊ passaria por cima de valores familiares e de amizade e talz...E se pareceu isso, desculpas mil (se bem que acho que nem deve ter parecido, eu reli várias vezes e não acho...É a porcaria da entonação internética né? Ela simplesmente não existe!).
Inclusive, teve gente que achou que eu briguei com o Palto por causa desses posts. AFFE! Nada mais impossível que uma briga minha com ele. Nem surtada, nem sem surtos.
E para encerrarmos esse assunto, como duas moçoilas que se gostam como nós, sem influências da ausência de entonação e muito menos dos nossos valores pessoais, sejam eles quais forem (porque eu sinceramente não possuo essa naturalidade no trato com beijos em amigos...heheheheh) consideremos que nenhuma das duas está certa ou errada. E a maior prova disso, é que a Rach concorda com você. E é a pessoa maravilhosa que é.
A Fli concorda comigo, e é a pessoa maravilhosa que é, também (vide comments).

E quer saber? Modéstia a parte, somos todas maravilhosas...heheheh
Só que seus amigos tem mais sorte que os meus: eles tem chances de beijar uma gata igual a você.
Beijos..:*



colado por Miriam - 1:23 AM



Wednesday, September 15

Oi, Miriam! Voltei! ;)

antes de qq coisa, qdo eu disse q amigos podem se pegar a qq momento, eu não estava me referindo apenas à pegação por pegação. aliás, esta é a mais difícil de acontecer, pois, se os dois são AMIGÕES existe um carinho grande entre eles e a ficada ou o sexo serão muito mais gostosos do q se fosse entre dois desconhecidos.

qdo eu disse ingenuidade, nao estava me referindo à sua confiança no Palto, quero dizer, no seu amigo (haha, claro q a gente sabia q era ele!). mas sim ingenuidade em acreditar q um homem (ou mais) seja capaz de NUNCA NUNQUINHA na vida dele sentir um tesãozinho por você.

sacou?

e não encaro nossas visões diferentes como "diferença de valores". no meu caso, não se trata de valor, mas sim de CETICISMO. eu apenas não creio q, em função de uma amizade (seja lá o tamanho dela qual for) NÃO HAJA POSSIBILIDADES de um ser humano se atracar com outro.

repetindo o que eu já disse, sim, eu acredito q possa acontecer de eu nunca me pegar com um amigo meu. mas não, não tenho certeza nenhuma de q isso vá efetivamente (não) acontecer.

bom, miriamzinha, não quero me estender muito, vc sabe q eu respeito muito sua opinião, embora discorde; e a ingenuidade do meu post não foi de forma alguma pejorativa (vc sabe tb). pra finalizar só gostaria de esclarecer q, definitivamente, eu não me encaixo nas suas citações do último post, especialmente qdo vc fala, em outras palavras, sobre "valores distorcidos".

poderia passar a noite explicando meu último parágrafo, mas por ora faço questão de apenas um esclarecimento a meu exclusivo respeito: um beijo em um grande amigo não me é, de forma alguma, um "prazer idiota", assim como está longe, mas muito longe de substituir meus vínculos familiares ou coisas do tipo.

;*






colado por joakina - 11:18 PM




A Cinha não vai ter filho porque...

Ontem eu acordei sete da manhã com um bebê de nove meses na minha cara:
"-Marcia, acorda e toma conta dela rapidinho enquanto eu lavo os morangos pra fazer a mamadeira dela.."

Eu não tive nem como contestar. Eu, SETE DA MANHÃ, dormindo linda, com um bebê com sono e com fome pra eu tomar conta durante dez minutos. Eu só ouvia minha mãe se escangalhando de rir enquanto lavava os morangos e eu puta da vida tentando fazer a garota não chorar.
Beleza.
Acordei efetivamente. Tomei banho e me arrumei pra ir pro trabalho.
Ao entrar no quarto, a minha sobrinha já havia mamado e dormia como um anjinho.
Cinco minutos e ela acorda. A COISA MAIS FOFA DO MUNDO (Fli, neste momento você deve se orgulhar de mim).
Eu nunca pensei que uma criança ia me emocionar tanto um dia. Ela sorria pra minha cara como se fosse um desenho animado. E eu toda babacona. Que nem no dia que meu irmão me ligou e me botou pra falar (?!?!) com ela. Só pelos ruidinhos que eu ouvia já rolavam lagriminhas. E aí eu continuava lá afofando ela até que ela começou a chorar:
"-Tchau, mãe! Tô indo pro trabalho!"



colado por Marcia Soares - 3:33 PM




Eu sempre acreditei que houvesse um momento decisivo na relação entre duas pessoas, assim, um momento chave em que uma das pessoas, ou as duas, mas aí pode ser em momentos diferentes, mas enfim, que decide-se o que vai ser daquela relação.

Complicado? Pois bem, vou tentar explicar. Numa relação homem-mulher, por exemplo, eu sempre acreditei que houvesse um momento decisivo, em que a mulher, suponhamos, decide se vai ou não cair de amores pelo homem. Um momento em que a pessoa está prestes a apaixonar-se, mas ainda tem tempo para pesar os prós e os contras e fugir enquanto é tempo.

Não acredito muito nisso de "quando eu vi, já não tinha mais volta". Ora, vamos lá, quão distraída uma pessoa tem de ser pra não perceber que está se envolvendo, se apaixonando? Posso parecer racional demais (talvez) e pouco romântica (certamente), mas acredito que paixão seja algo que possa ser escolhido, selecionado, dirigido e decidido. Assim como tudo, ou quase tudo na vida.

Né?

Sei lá pq eu tou escrevendo isso. Tava me apaixonando e desisti. E tenho a impressão que vou desistir todas as vezes em que estiver cara a cara com essa decisão: "apaixonar-se ou não?". Acho que sempre vou optar pelo "não", que é menos desgastante e mais seguro.

Carluxo, um dos meus guias espirituais (hihihi) disse que se eu continuar assim, nunca vou viver um grande amor. Disse que eu deveria me jogar, sofrer e quebrar a cara, assim como todos as pessoas do signo de Cão (ele é do mesmo signo chinês que eu, só que 36 anos mais velho)

Mas eu tenho tantas contas pra pagar, uma família pra dar atenção, unha por fazer, cabelo por cortar, tantos médicos pra consultar, eu já tenho tanto problema pra resolver, tanto trabalho em cima da minha mesa... quando estou lá, na bifurcação, escolho o caminho de menor esforço.

E menos emoção.



colado por Ligia Helena - 2:17 AM



Tuesday, September 14

Ô Jô!Na boa? Eu não acho que confiar em alguém do sexo oposto seja sinônimo de ingenuidade.Apenas acho que existem pessoas em que você confia e não imagina que no fundo ele te pegaria por pegar e talz, sem se preocupar com o resto. Eu não acho que a natureza humana se constitua de passar por cima de valores pré-estabelecidos entre pessoas que trocam confidências por causa de momentos banais. Imune ninguém está, eu mesma já me apaixonei perdidamente por alguém que era muito meu amigo. Inclusive, o namorei. Mas eu não acho correto, que simplesmente entre um homem e uma mulher necessariamente deva haver essa natureza humana que você cita. Será que sexo é mais importante? Será mesmo que a natureza humana seja a da pegação indiscriminada, inclusive na amizade? No meu caso com o meu amigo, eu realmente o amava, e só por isso eu achei que deveria ter algo com ele. Se fosse algo puramente carnal, jamais teria tentado. Aliás, sei que teria sido totalmente cortado da minha mente, até porque o que pode ser totalmente "natureza humana" para mim, pode decepcionar o outro, como no caso do post anterior. Aliás, podem até me achar uma falsa moralista, mas não é falso. Eu acho isso mesmo. E me decepciono quando vejo que a maioria das pessoas que me cercam não tem os mesmos valores que eu. Infelizmente, virou moda se pegar a tudo e a todos, pegar os ex-namorado das amigas, passar por cima das pessoas, ir atrás de quem é comprometido sem querer saber se isso magoará alguém ou não.
Eu acho que até por isso, eu ando enjoada das pessoas, sabe? Porque tá cada vez mais raro encontrar pessoas que não vivam só o momento, porque tá cada vez mais raro encontrar pessoas que abrem mão de prazeres idiotas por conta de vínculos mais fortes, como a família, os amigos, enfim.
O que eu queria dizer é que não se trata de ingenuidade, e sim, diferença de valores.
Fazer o quê...Talvez você esteja certa. Mas no fundo, eu torço para que não. :)



colado por Miriam - 3:24 AM




ô miriam, te achei meio ingênua quanto a esse seu amigo.

e q bom q ele foi sincero, e nao entrou naquela hipocrisia de "ai, claro q nao, vc é minha grande amiga, nuuuuunca rolaria nada com você".

eu acredito q vc pode, SIM, nunca se pegar com um amigo teu, mas eu tb acredito q NINGUÉM está imune a se pegar com os amigos.

é simples, vai, chama-se natureza humana.




colado por joakina - 1:24 AM



Monday, September 13

Sabe o que é pior do que a velha e clássica discussão sobre a amizade entre homens e mulheres?

É você discutir brilhantemente, de forma embasada e irrefutável diante de tanto machismo dos meninos presentes à mesa a possibilidade de tal acontecimento, e ver um dos seus melhores amigos mandar toda sua tese por água abaixo ficando roxo e morrendo de rir ao ser questionado durante o embate, se ele te pegaria numa situação em que você sempre imaginou que a resposta seria não.

¬¬
Homens...

Ainda bem que a Klô me entende...;)



colado por Miriam - 11:19 PM




rach, quer fazer a festa da visao do inferno na terra do wurst?

ö bicicleta e mini-saia
ö sandália e meia sport e bermuda
Ö vestido ou saia e jeans por baixo
ö modinha hip-hop tosca
ö cabelos bonitíssimos, mas todos pintados - de cores gritantes. e cindy lauper orgulhosa de ter perpetuado o estilo
ö cabelos anos 80. edward maos de tesoura fazendo a festa

ö mao na bunda dele *
ö mao na bunda dela *

* porque o mais estranho é que eles nao se beijam, nao se abracam, nao se dao as maos... mas é um apalpando o outro. de uma forma tao carinhosa que às vezes espanta.



colado por grace - 3:24 PM




O filme que é um quilômetro de ruim

É, agora eu ponho títulos nos meus posts. Mas fiquem tranquilos, essa é uma móda passageira. Logo logo eu largo essa mania de escrever no blog em forma de redação-de-vestibular.

Numa tarde de domingo, 5 amigos foram ao cinema. Supersize Me. Não, não, não, pelo amor de Deus, Supersize Me não é ruim, pelo contrário, é dos filmes mais divertidos éva. Ainda mais se vc assistir entre a risada da Fê e os comentários do Shade. Enfim, 5 amigos foram assistir um documentário maravilhosos, porém, como é normal nos dias de hoje, tiveram que assistir a uns 20 minutos de trailers antes do início efetivo da sessão. Um trailer em particular chamou a atenção do grupo. O Terminal. A história de um homem que ao chegar nos EUA, é impedido de pisar em solo americano devido a um golpe de Estado em seu país de origem. Este homem se vê então, obrigado a morar dentro do aeroporto de NY por tempo indeterminado, tendo que se adaptar a sua nova realidade. Genial, gritaram os 5 amigos.
Genial... Genial... Genial my ass!
Fui assistir O Terminal ontem. Sem meus outros 4 amigos, que tinham coisa melhor pra fazer!
Eu nunca vi um filme tão cretino em toda a minha vida. Quanta falha de roteiro, quanto clichê imbecil. Filme pra gente burra, sabe como? Eles, os roteiristas, produtores e até o senhor Spilberg (que eu respeito muito), conseguiram estragar um dos melhores argumentos dos últimos tempos. Assim como o Jim Carrey conseguiu estragar o Trumman Show (tá, isso foi só pra botar uma lenha na fogueira. Mas eu realmente odeio Jim Carrey e acho que a péssima atuação dele arruinou um roteiro maravilhoso).
A minha vontade era levantar e ir embora nos primeiros 10 minutos de filme. Mas a pobreza bateu mais forte e o pensamento de que eu tinha acabado de gastar 16 coins pra assistir aquela merda me fez permanecer na sala de exibição.
O resumo do filme é o seguinte: os americanos são um povo escroto (minha interpretação) e os estrangeiros são todos retardados mentais ou então possuem sub-empregos nos EUA (mensagem do filme).
Ter que ouvir de um dos personagens que "a base deste país é a compaixão" doeu fundo na alma. Ter que ver bandeiras americanas em praticamente TODOS os quadros do filme, fez lembrar a Alemanha nazista, com sua profusão de suásticas por todos os cantos. A propaganda descarada do Burger King me fez lembrar... Sim: Supersize Me! A alegria do krakoviano (Krakhovia é o pais de origem do Tom Hanks no filme) comendo um suculento hamburger do Burger King dá nojo. É isto que s EUA tem de melhor pra te oferecer: matar a fome com um hamburger de uma fast food podre!
Eu acho que este filme foi feito com a intenção de, através de um disfarce de comédia, ser uma propaganda política americana: "Veja como somos legais! Como, apesar de existirem pessoas ruins em nosso país, a base da população é generosa e amigável. Como somos capazes de reconhecer o valor do negro, do pobre e de todos aqueles que vêm de países subdesenvolvidos em busca de melhores condições de vida. Somos uma grande nação, e temos orgulho disso.
Mas o tiro saiu pela culatra, e qq ser que possua o mínimo de poder crítico (ou seja, que não tenha nascido em solo americano), pôde perceber, nos minimos detalhes e nas situações mais explícitas, a pobreza de espírito desse país.
O filme não é engraçado. Não salva nem como divertimento bobo.
Eu saí da sessão com tanta raiva, mas com tanta raiva, que vim externalizando meus sentimentos (ou seja, xingando de "má que grande merda" pra baixo) da porta do cinema até a minha casa. O que dá mais ou menos um quilômetro.
obs. politicamente correta: eu não sou panfletária-PSTU, não acho que os EUA sejam a causa de todos os males do mundo (mas acho que são os grandes responsáveis por muitos deles). eu não comemorei os ataques ao WTC, e acho q quem fez isso tem muito que aprender na vida. eu tenho um amigo americano que, graças a Deus, sempre me faz lembrar que nem todos aqueles que nasceram na terras do Tio Sam são uns escrotos acéfalos. mas que esse filme é uma enorme propaganda CONTRA a América (como eles gostam de chamar), ah, isso é.



colado por Fli - 6:55 AM



Sunday, September 12


isn`t that special?



e custou só vinte real.

homenagem a ela - é claro - e a todas as muléres maravilósas que compareceram ao surrasco.







colado por Miss Celânea - 3:45 PM



Wednesday, September 8

eu mereço paris hilton e nicole richie?







colado por Miss Celânea - 10:05 PM



Tuesday, September 7


Então eu fui naquele MEGA casamento, néam? Estava tudo muito bonito, uma elegância completa. Mas sem dúvida o ponto alto foi quando a noiva distribuiu HAVAIANAS (brancas) pra todas as convidadas.

Eu acho que esta prática deveria constar em todos os manuais de etiqueta que existem.

E prometo desde já que, quando eu me tornar uma estilista de móda rica e famosa, farei toda uma coleção de roupas de gala que possam ser usadas com sapatos baixos.

Abaixo a obrigatoriedade do salto alto.



colado por Rach - 12:37 AM



Sunday, September 5

http://www.fotolog.net/palilo/?pid=8444380

É que eu precisava mostrar pra quem não viu pq q eu sou besta e romântica...
pq eu sei q coisas assim existem!

(e o blogger não me deixa botar links corretos)



colado por Hayuka - 1:47 PM




parabéns para a miriam

porque quem faz aniversario na vespera de feriado prolongado tem que esperar pra ter post de aniversário. o cansaço reina, sabe como é...


bom.
parabéns, miriam!

parabéns pela mulher que você se tornou.

durante muito tempo na nossa vida, no aniversário nós comemoramos as possibilidades que estão por vir.
mas depois de um tempo, fica ainda melhor. nós comemoramos as possibilidades, os desafios, mas também comemoramos a pessoa que nos tornamos vivendo as possibilidades e os desafios que já passaram.

e você fez um bom trabalho.

sabe, gente... a miriam diz que não quer exatamente ser advogada, não. mas essa menina é braba... ninguém mexe com ela ou com os seus e fica barato, não.
acho que ela devia tentar ser advogada, sim... mas eu não sei nada, deixa eu ficar quieta!

enfim...

miriam, parabéns!

você é a floquete sênior.

porque a miriam é assim.
dessas pessoas que você gosta de graça. que é o melhor jeito de gostar de alguém.








colado por Miss Celânea - 8:52 AM



Friday, September 3

É q eu esqueci de dizer uma coisa: A Peste é um livro foda.



colado por Fli - 1:20 AM



Thursday, September 2


Sem nenhum motivo aparente, hoje eu fui dar uma olhada na minha caixa de sent emails. Aí achei um que escrevi pra Ligia, há exatamente um ano.

O conteúdo chega a assustar de tão absudo que soa atualmente. O contexto das nossas vidas era tão diferente que faz pensar o quanto pode acontecer num espaço de tempo relativamente curto.

Por isso que "O MUNDO DÁ MUITAS VOLTAS" é uma frase meio cafona, mas extremamente verdadeira.



colado por Rach - 2:20 AM



Wednesday, September 1

O mundo irônico e nossas estranhas inspirações

Tem aquelas pessoas que te inspiram. A vovozinha da sua amiga que, mesmo com mais de o triplo da sua idade, tem mais de dez vezes a sua disposição. A moça pobre do seu trabalho que está sempre de bom humor e nunca reclama da vida. O seu professor que era bolsista numa escola do inetrior de Minas e com muito esforço fez faculdade, mestrado e hoje é doutor. Ah, casos bonitos, admiráveis, que fazem você se sentir meio idiota toda vez que reclama da vida. Eu gosto dessas pessoas que inspiram as outras a serem melhores sem ficarem pregando alguma idéia. Elas simplesmente são. Elas estão ali, não tentam doutrinar ninguém, mas são o exemplo real de que você pode ser uma pessoa melhor.
Eu tenho muita gente deste tipo na minha vida. Graças a Deus. Convivo com muitas pessoas que eu admiro e que me fazem pensar mais nas coisas que eu faço, na minha maneira de agir e pensar.
Mas teve uma menina que eu admirei tão profundamente, que doeu. E ela nunca vai saber disso.
Ela era feia. Extremamente feia. E era cafona. Bem cafona, estilo vestido branco bufante e sapato de salto branco. Affe!
Ser muito feia com 20 anos é uma coisa. Pq vc tem a opção de ser uma pessoa interessante, de ter um estilo diferente, enfim, de se tornar atraente de outras formas que não a beleza estética. Agora, ser muito feia quando vc é criança e adolescente é foda. É pra destruir qq auto-estima. E essa menina era bem-muito-bastante feia. E não era legal ou divertida. Ou seja, ela era feia (muito), meio chata, cafona e não brilhava nem nos estudos nem nos esportes. Criança é um bicho cruel, portanto, imaginem o que essa menina teve que passar nas mãos dos coleguinhas.
Tá, vcs já devem estar chorando com a história da pobre moça renegada.
Mas aí nosso filme tem uma reviravolta. A menina decide que vai virar gostosa. E... suspense... Ela consegue.
Um dia estou euzinha, gorda que nem uma porca na engorda, sentada num banco da minha nova academia quando vejo, quem quem quem? Sim, nossa amiga! Saindo de uma aula de spinning. Ela continuava feia, mas oh céus... Ela tava suada e vestia apenas uma calaça de ginástica e um top, se enxugava com uma toalha branca e... É, é pra ficar bem gay mesmo! Nossa, a menina era A gostosa. E ela estava com um ar feliz, como eu nunca tinha visto na escola.
Aquilo mexeu comigo seriamente. A cena da menina extremamente gostosa vindo na minha direção. Sei lá, naquele momento eu senti que eu também podia tudo. Ela era uma menina que nunca tinha sido atraente na vida, e que decidiu virar o jogo, mudar a historia, e conseguiu arrumar uma maneira de fazer isso. Ela não era uma pessoa interessante (e provavelmente nunca vai ser. Pelo menos não no meu conceito de pessoas interessantes), e não era bonita, então, como namorar alguém?
Deu pra entender o quanto essa menina foi genial? Ela encontrou um mundo pra ela no qual se adaptou perfeitamente. Malhando a rodo ela encontrou pessoas que tb tinham como prioridade na vida malhar a rodo. Interesses em comum geram amigos. Ela ficou com um corpo lindo, oq conta muitos pontos para o mundo das pessoas saradas. Ser gostosa atrai moços que só se importam com o lado estético. Amigos, popularidade, mocinhos...
Cara, a menina arrumou um jeito de ser feliz!
Eu não acho q ela seja uma pessoa admirável, mas acho que a atitude dela (a sua coragem de querer mudar e de correr atrás dessa mudança) foi inspiradora.




colado por Fli - 9:28 PM




Convite Definitivo
Dia 03 de setembro, comemorarei meu aniversário no Lord Jim, em Ipanema, localizado na Rua Paul Redfern, quase na esquina com a Visconde Pirajá, perto do obelisco.A reserva desta vez já está confirmada, em meu nome e no da minha irmã, Marcia. No relativo à parte financeira, quem chegar até as 22 horas só paga o que consumir, depois deste horário, paga-se 15 reais, sendo 5 de entrada e 10 de consumação.Depois de tanto stress e confusão, finalmente deu tudo certo, graças ao meu querido Juan Pablo.Espero todos vocês, amigos e agregados...E finalmente...Até sexta!



colado por Miriam - 3:18 PM



.
Flocgel
Sexto Aniversário! 09/06/2008
Rach
Rach

Lija
Lija

Karla
Karla

Joaka
Joaka

Hay
Hay

Guega
Guega

Cinha
Cinha


Biba

Fli
Fli

Miriam
Miriam


Mais Floc



Mais Rach:
Vida de Sitcom
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Guega:
Praça Púbica
Amistad
Fotolog

Mais Joaka:
Der Mond
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Hay:
Pérolas ao Pai
Fotolog

Mais Biba:
Pérolas ao Pai
Fotolog

Mais Cinha:
Suburbia Tales
Fotolog

Mais Lija:
Cinco Coisas
Fotolog
Flickr


Links

Teoria Pedestáltica
Andy Warhol
Revista Bala
Infância 80
Isabel Vasconcellos
Jornal do Commércio
Jornal de Poesia
London Burning
MixBrasil
Mood
Naturally Curly
no mínimo
Orisinal
Peanuts
Portal X
Roy Lichtenstein
Sombrero Noturno
Turma da Mônica
Yabu Media


Sons

Arcade Fire
Arctic Monkeys
Art Brut
Autoramas
The Beatles
Belle & Sebastian
Bidê ou Balde
Bloc Party
Blur
Boy Kill Boy
Cabaret
The Cardigans
Charme Chulo
Chico Buarque
Clap Your Hands Say Yeah
The Cranberries
The Cure
Dave Matthews Band
Death Cab for Cutie
Ecos Falsos
Editors
Franz Ferdinand
Garbage
Green Day
Hard-Fi
Hereges
Hole
Hot Chip
Hot Hot Heat
I'm From Barcelona
Interpol
Janis Joplin
Kaiser Chiefs
The Killers
The Kooks
Le Tigre
Los Hermanos
Ludov
Madonna
The Magic Numbers
Maxïmo Park
Monobloco
Netunos
OK Go
Paralamas
Pato Fu
Pedro Luís e a Parede
The Pipettes
Pipodélica
Pixies
Placebo
The Poliphonic Spree
Queens of the Stone Age
Radio 4
Radiohead
The Raconteurs
The Rakes
The Raveonettes
Rita Lee
REM
Sheryl Crow
She Wants Revenge
The Shins
Smiths
The Strokes
Tom Jobim
Violent Femmes
Wilco
We Are Scientists
Weezer
White Rose Movement
The White Stripes
Wonkavison
Yeah Yeah Yeahs

Blogs

Uma Dama não Comenta
Vida +ou-
Lumos
Lounge
Ai Minha Santa Aquerupita
Lixomania
O Diário de Byron Parker
Robs Piano Bar
Mexerica
Como faz?
Te dou um dado?
Post Secret
Tudo está rodando
Meme de Carbono

arquivos

June 2002
July 2002
August 2002
September 2002
October 2002
November 2002
December 2002
January 2003
February 2003
March 2003
April 2003
May 2003
June 2003
July 2003
August 2003
September 2003
October 2003
November 2003
December 2003
January 2004
February 2004
March 2004
April 2004
May 2004
June 2004
July 2004
August 2004
September 2004
October 2004
November 2004
December 2004
January 2005
February 2005
March 2005
April 2005
May 2005
June 2005
July 2005
August 2005
September 2005
October 2005
November 2005
December 2005
January 2006
February 2006
March 2006
April 2006
May 2006
June 2006
July 2006
August 2006
September 2006
October 2006
November 2006
December 2006
January 2007
February 2007
March 2007
April 2007
May 2007
June 2007
July 2007
August 2007
September 2007
October 2007
November 2007
December 2007
January 2008
February 2008
March 2008
April 2008
May 2008
June 2008
July 2008
August 2008
September 2008
October 2008
November 2008
December 2008
January 2009
March 2009
May 2009
June 2009
December 2009
January 2010

 

Campanhas

Dos males o menor

O que está por baixo também conta

Mulher monga, não!

Afins

Blogs Hermanos
[ <|>|?|#]


View My Guestbook
Sign My Guestbook

Powered by Blogger